Cimeira da NATO - OTAN

Cimeira da NATO - OTAN
Declaração do Secretariado da INICIATIVA [COMUNISTA] sobre a Cimeira da NATO, no País de Gales, 4-5 de setembro de 2014 

"A cimeira da NATO, examinando o reforço da cooperação e coordenação entre a NATO e a UE – tendo o chamado "escudo antimíssil", o aumento dos orçamentos para programas de armamento nos estados-membros e os planos para uma associação mais forte da Ucrânia com a NATO como o seu foco –, assinala, em particular, os perigosos e dramáticos desenvolvimentos que a intervenção imperialista dos EUA-UE-NATO na Ucrânia criou, na sua competição com a Rússia. A NATO também está a promover o fortalecimento das chamadas unidades de reação rápidas e flexíveis e a criação de formações de drones aéreos assassinos, a fim de implementar os seus planos reacionários de forma mais eficaz. " 
"A NATO é um inimigo da paz e do progresso social. Ela existe no interesse do imperialismo. Só através da resistência à NATO e aos seus planos – e aos planos da União Europeia e das outras organizações imperialistas –, é que os povos da Europa em todos os países e através de lutas coordenadas podem traçar o seu próprio caminho, sem a exploração capitalista e sem guerras. "

A cimeira da NATO, que se está a realizar em 4-5 de setembro, no País de Gales, é a plataforma de lançamento de decisões perigosas para os povos. A NATO, uma agressiva máquina de guerra imperialista, que expressa e serve os interesses e os lucros dos monopólios, prepara-se para reforçar a sua capacidade operacional, a fim de intervir em todo o mundo no interesse dos imperialistas, numa situação em que se agudiza a concorrência entre eles. 

A cimeira da NATO, examinando o reforço da cooperação e coordenação entre a NATO e a UE – tendo o chamado "escudo antimíssil", o aumento dos orçamentos para programas de armamento nos estados-membros e os planos para uma associação mais forte da Ucrânia com a NATO como o seu foco –, assinala, em particular, os perigosos e dramáticos desenvolvimentos que a intervenção imperialista dos EUA-UE-NATO na Ucrânia criou, na sua competição com a Rússia. A NATO também está a promover o fortalecimento das chamadas unidades de reação rápidas e flexíveis e a criação de formações de drones aéreos assassinos, a fim de implementar os seus planos reacionários de forma mais eficaz. 

A NATO não é um "protetor da segurança dos povos da Europa", como provocatoriamente afirma. Pelo contrário, é um perigoso inimigo dos povos e das suas lutas – e as suas intervenções trazem guerras, sofrimento, ditaduras e golpes de Estado. 

A NATO é um inimigo da paz e do progresso social. Ela existe no interesse do imperialismo. Só através da resistência à NATO e aos seus planos – e aos planos da União Europeia e das outras organizações imperialistas –, é que os povos da Europa em todos os países e através de lutas coordenadas podem traçar o seu próprio caminho, sem a exploração capitalista e sem guerras. 




Integram a INICIATIVA COMUNISTA 29 Partidos Comunistas e Operários europeus e o seu objetivo é o de equacionar e estudar as questões europeias e coordenar a sua actividade, na base de decisões tomadas por unanimidade. – [NT]





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Redesenhar o mapa da Federação Russa: Partição da Rússia após uma III Guerra Mundial?

DESENVOLVIMENTO DO HOMEM E DA SOCIEDADE - Da comunidade primitiva ao fim do feudalismo

O movimento operário e sindical