Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

Colonialismo, Neocolonialismo e Balcanização

Imagem
Colonialismo, Neocolonialismo e Balcanizaçãopor Said Bouamama*
"Desde que Cristóvão Colombo mandou os seus soldados desembarcarem a história mundial transformou-se numa história única, global, relacionada, globalizada. A pobreza de uns já não se pode explicar sem nos interrogarmos sobre as relações de causalidade com a riqueza dos demais. O desenvolvimento econômico de uns é indissociável do subdesenvolvimento de outros. O progresso dos direitos sociais só aqui é possível por meio da negociação dos direitos dali."
"Há invariabilidade porque todos os rostos do racismo, desde o biologismo à islamofobia, têm uma comunidade de resultado: a hierarquização da humanidade. Também há mutação porque cada rosto do racismo corresponde a um estado do sistema econômico de depreciação e a um estado de relação de forças políticas. Ao capitalismo monopolista corresponderá a escravatura e a colonização como forma de dominação política e o biologismo como forma do racismo. Ao capitalismo mo…

Capitalismo de casino, democracia de casino

Imagem
Capitalismo de casino, democracia de casino
por Filipe Diniz
"Num referendo, com respostas «sim» ou «não», uns ganham e outros perdem. Mas há alguns que ganham sempre. É o caso dos especuladores multimilionários George Soros e Crespin Odey. Soros, em cujo currículo consta a especulação de 1992 contra a libra que «quebrou» o Banco de Inglaterra e lhe deu a ganhar 1,5 milhares de milhões de libras. Desta vez, aconselhando a permanência, precaveu-se comprando 193 milhões de libras de acções da maior empresa mineira de ouro, a Barrick Gold (Independent, 25.06.2016). O preço do ouro disparou após a votação, atingindo o valor mais alto desde Março de 2014."
O enorme e apocalíptico volume de notícias e comentários que o referendo na Grã-Bretanha gerou contém um rico leque de temas e notas de rodapé. Por exemplo acerca do capitalismo de casino e dos seus figurões, alguns dos quais repetem na vida quotidiana a imagem do grotesco estertor dos impérios em decadência.
Num referendo, com …

EUA: assim funciona o sistema de assassinatos

Imagem
EUA: assim funciona o sistema de assassinatosPor Jeremy Scahill | Tradução: Inês Castilho
"As equipes de inteligência dos EUA coletam informações sobre alvos potenciais obtidas a partir de “listas de observação” e do trabalho das agências de inteligência, militares e policiais. Na época do estudo do ISR, quando alguém era colocado na lista de mortes, analistas de inteligência criavam um retrato do suspeito e da ameaça que aquela pessoa significava, juntando-os “num formato condensado conhecido como baseball card [semelhante a uma figurinha de um álbum de jogadores de futebol, numa aproximação cultural como o Brasil (Nota da Tradução)]. As informações eram em seguida articuladas, junto com dados operacionais, numa “ficha informativa sobre o alvo” a ser “enviada para escalões mais altos” para ação. Na média, indica um dos slides, demorava cinquenta e oito dias para o presidente assinalar um alvo. A partir daquele momento, as forças norte-americanas tinham sessenta dias para executar…