Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2010

A solução é o socialismo

Imagem
A solução é o socialismo

A intervenção do Fundo Monetário Internacional e da União Europeia nas finanças públicas da Irlanda é considerada pelo Sinn Fein, como «a prova clara do fracasso absoluto» das políticas capitalistas do governo de centro direita, apoiado pelo Fianna Fáil.

Fergal Moore, vice-presidente do Sinn Fein, alerta em comunicado que «o FMI e os funcionários da UE vão criar una ditadura capitalista sem nenhuma fachada de democracia».
Denunciando os cortes massivos no sector público, novos impostos e a venda do que resta do património do Estado, o Sinn Fein considera que «a solução dos problemas económicos actuais é a criação de uma nova Irlanda, baseada nos princípios socialistas, com todas as instituições bancárias e financeiras sob controlo social».

«Só com a destruição do actual sistema baseado na agiotagem, no clientelismo e na demagogia da classe capitalista, será possível a construção de uma Irlanda que valorize realmente todos os seus filhos por igual. Só uma solução s…

Uma guerra pela regeografização do Rio de Janeiro. Entrevista especial com José Cláudio Alves

Imagem
Uma guerra pela regeografização do Rio de Janeiro.

Entrevista especial com José Cláudio Alves

“O que está por trás desses conflitos urbanos é uma reconfiguração da geopolítica do crime na cidade”. Assim descreve o sociólogo José Cláudio Souza Alves a motivação principal dos conflitos que estão se dando entre traficantes e a polícia do Rio de Janeiro. Na entrevista a seguir, concedida à IHU On-Line por telefone, o professor analisa a composição geográfica do conflito e reflete as estratégias de reorganização das facções e milícias durante esses embates. “A mídia nos faz crer – sobretudo a Rede Globo está empenhada nisso – que há uma luta entre o bem e o mal. O bem é a segurança pública e a polícia do Rio de Janeiro e o mal são os traficantes que estão sendo combatidos. Na verdade, isso é uma falácia. Não existe essa realidade. O que existe é essa reorganização da estrutura do crime”, explica.
José Cláudio Souza Alves é graduado em Estudos Sociais pela Fundação Educacional de Brusque. É me…

IGREJA CATÓLICA - A NOVA PELE DE CORDEIRO

Imagem
Igreja Católica- A nova pele de cordeiro

Tem interesse informativo observar-se como a grande «crise do capitalismo» se reflecte na crise paralela que a Igreja atravessa. Todas as grandes referências de cada uma dessas milenares instituições surgem postas em causa. O Poder central mostra-se incapaz de resolver os problemas fundamentais - económicos, financeiros e sociais. Da parte da Igreja, revelam-se as mesmas fragilidades da perda de influência sobre as massas populares, da capacidade eclesiástica de dar respostas aos problemas que o materialismo agnóstico crescentemente suscita e das dificuldades que revela ao tentar refrescar os estilos do clero ou em renovar as estruturas eclesiais.

A identidade (ou a oposição) entre a natureza da intervenção do Estado e a doutrina social da Igreja tem igualmente inegável interesse, sendo certo que no campo das realidades prevalece sempre uma enorme atracção entre as duas. Há dinheiro e há poder. Há experiência política em ambas as partes. Dir-se-…

A memória histórica como campo da luta de classes (1ª parte)

Imagem
A memória histórica como campo da luta de classes (1ª parte)


Por Augusto Buonicore





Se perguntássemos para qualquer pessoa comum o que é história, ela rapidamente nos diria: É algo que trata de fatos e personagens que existiram num passado mais ou menos distante. Estes três elementos (fatos, personagens e passado), sem dúvida, entrariam em duas de cada três definições do que seria História. E, ao referir-se ao passado, pensavam-na como uma coisa morta, que nada poderia nos dizer e, muito menos, nos ensinar sobre o presente.

Não é sem razão que no interior das salas de aula a história muitas vezes foi tida como uma disciplina chata. Isto se deu especialmente devido a pouca relação estabelecida entre o que era ministrado e os problemas concretos vividos pelos alunos. Não existia qualquer convicção de que o aprendizado da história pudesse ajudá-los desvendar e, principalmente, transformar o mundo em que viviam.

O problema é que o passado do historiador não deveria ser – e não é - algo morto,…

Desemprego, fome e falências no império

Imagem
Crise persiste nos EUA
Desemprego, fome e falências

Os dados referentes ao desemprego, ao total de famílias dependentes do Estado para se alimentarem e às contínuas falências confirmam que a crise capitalista continua a abater-se sobre os trabalhadores norte-americanos.

As estatísticas oficiais indicam que durante o mês de Outubro a economia norte-americana criou 151 mil postos de trabalho, mas tal crescimento é uma gota de água num imenso oceano de desespero provocado pelo desemprego e pelo emprego precário que, no país, continuam a cifrar-se em números avassaladores.

De acordo com os mesmos dados, cerca de 15 milhões de norte-americanos permanecem desocupados. Quatro em cada dez desempregados encontram-se nessa situação há mais de sete meses.

A soma dos desempregados com os que laboram a tempo parcial eleva o total a 30 milhões de trabalhadores, confirmando que a precariedade é um fenómeno tão presente como a falta de trabalho.

Principais vítimas do flagelo do desemprego são os jovens en…

Revisão do Tratado da UE - Atentado Social

Imagem
Revisão do Tratado da UE
Atentado social


Os chefes de Estado e de governo da UE anunciaram, dia 29, a abertura de um processo de consultas sobre uma revisão do Tratado de Lisboa que visa impor novos constrangimentos financeiros aos estados.

O projecto, cozinhado previamente entre a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês, Nicolas Sarkozy, pretende transformar o Tratado da União Europeia num instrumento ainda mais contundente para a imposição de novos planos de austeridade aos povos dos países «incumpridores».

Após oito horas de negociações, o presidente da UE, Herman Van Rompuy, ficou incumbido de elaborar um projecto de revisão do Tratado e definir os contornos do novo mecanismo destinado a «reforçar o euro», no qual se reserva um papel à intervenção dos bancos privados e do Fundo Monetário Internacional.

Na prática, caso as alterações sejam aprovadas, o Conselho e a Comissão Europeia poderiam impor aos países economicamente mais fracos programas de empobrecimento dos respec…

O espectro, o medo e o futuro

Imagem
O espectro, o medo e o futuro
por João Ferreira

Anda um espectro pela Europa. O espectro percorre latitudes e longitudes diversas: do Báltico ao Mar Egeu, do Mediterrâneo ao Mar do Norte, do Mar Negro ao Atlântico. Milhões de homens, de mulheres e de jovens, com graus muito diversos de desenvolvimento e de amadurecimento da sua consciência social e política, engrossam uma corrente de protesto e de luta que se vai erguendo no velho continente. Reagem a ataques brutais às suas condições de vida e de trabalho; ataques que, na maioria dos casos, não encontram paralelo, pela sua intensidade, nas suas memórias e trajectos de vida.

Um olhar breve pelas páginas do Avante! das últimas semanas mostra-nos aquilo que a comunicação social dominante (porque ao serviço das classes dominantes) se tem esforçado por ocultar: que há vida e luta para lá da farsa que em Portugal se montou em torno do Orçamento do Estado para 2011. Em Portugal e não só.

Espanha, França, Bélgica, Alemanha, Itália, Grécia, Chip…

A Esquerda Fantasma

Imagem
A Esquerda Fantasma
Por Chris Hedges

A esquerda estadunidense é um fantasma. É evocada pela direita para rotular Barack Obama como um socialista e usada pela social-democracia para justificar sua complacência e letargia. Ela desvia a atenção do poder das corporações, e com isso, perpetua o mito de um sistema democrático que é influenciável pelos votos dos cidadãos, pelas plataformas políticas e pelo esforço dos seus representantes. E que mantém o mundo claramente dividido em esquerda e direita. A esquerda fantasma funciona como um conveniente bode expiatório. A direita a acusa pela degeneração moral e pelo caos fiscal. A social-democracia a utiliza para apelar à "moderação". E enquanto perdemos nosso tempo a falar bobagens, a máquina do poder corporativo está, cega, cruel e irrefletidamente, a devorar com gosto o Estado.

O desaparecimento da esquerda radical na política estadunidense tem-se demonstrado catastrófico. Noutros tempos, a esquerda abrigava desde militantes anarquist…

31 DE OUTUBRO: GRANDE DERROTA DO PRO-IMPERIALISMO NEOLIBERAL

Imagem
31 DE OUTUBRO: GRANDE DERROTA DO PRO-IMPERIALISMO NEOLIBERAL

Chico Buarque sintetizou com insuperável concisão, num ato em apoio à candidatura Dilma Rousseff, os dois princípios complementares da política externa da tucanagem: falar fino com os Estados Unidos, falar grosso com a Bolívia e o Paraguai. São princípios tradicionais da direita liberal, sempre subserviente ao “colosso do Norte”, como dizem carinhosamente, sempre arrogante porém com os povos em luta.

Dentre as maneiras de tentar justificar a servidão voluntária ao “colosso”, é especialmente insidiosa uma que está exposta em peçonhenta revista do plutocrata Civita. No momento em que, após ter submetido o Afeganistão a um holocausto balístico em que massacrou indiscriminadamente a população civil, como já havia feito tantas vezes no passado, o Pentágono preparava a invasão do Iraque, Veja (nº 1.791, de 26 de fevereiro de 2003) ofereceu a seguinte explicação para a indignação da melhor parcela da humanidade perante esta escalada …

AMÉRICA LATINA(Chile): Não à extradição, não à criminalização!

Imagem
Não à extradição,
não à criminalização!


ANNCOL


Publicamos denúncia e alerta do comitê executivo do Movimento Continental Bolivariano. Os tentáculos dos gorilas colombianos devem ser amputados com a denúncia e o protesto em massa no mundo inteiro.



Leiamos:


Com surpresa recebemos a notícia da detenção no Chile do desenhista gráfico Manuel Olate Céspedes, militante do Partidão Comunista do Chile, membro do Movimento Continental Bolivariano e representante do Movimento de solidariedade pela paz na Colômbia, o qual foi detido no seu domicílio em Santiago pela sua suposta vinculação com a guerrilha colombiana FARC-EP, depois da ordem da Ministra da Corte Suprema Margarita Herreros, que acolheu uma solicitação de detenção enviada pela justiça Colombiana.

Conforme a notícia se espalha nossa perplexidade aumenta, já que desde as declarações dos diferentes atores, são ventiladas cada vez com mais vivacidade as notáveis contradições no processo de detenção e inculpação de Manuel. Por um lado, nas pri…

Tendências da Barbárie e Perspectivas do Socialismo

Imagem
III Encontro Civilização ou Barbárie

Comunicação de James Petras

Tendências da Barbárie e Perspectivas do Socialismo

Introdução

As sociedades e Estados ocidentais caminham inexoravelmente para condições que aparentam barbárie; acontecem mudanças estruturais que invertem décadas de benefícios sociais e submetem os trabalhadores, recursos naturais e a riqueza das nações à exploração, pilhagem e roubo, baixando o nível de vida e criando patamares de descontentamento sem precedentes.

A barbárie torna-se mais evidente nas guerras genocidas, organizadas e dirigidas pelos EUA e pela Europa Ocidental. A destruição imperial de sociedades inteiras é acompanhada pela desarticulação, assassínios e exílio do actual núcleo científico secular e artístico da sociedade iraquiana e pelo fomento de conflitos étnico-religiosos retrógrados e sátrapas. A barbárie imperial manifesta-se na aplicação sistemática de castigos cruéis e pouco habituais, torturas sancionadas pelo governo e assassinatos transfronteiras …