Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2014

KKE - Discurso de Giorgos Marinos no 16.º Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários, no Equador

Imagem
Discurso de Giorgos Marinos, membro da CP do CC do KKE , no 16.º Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários, no Equador "A intervenção da UE-EUA e NATO na Ucrânia e a ascensão de forças reacionárias e até fascistas no Estado e na liderança do governo do país, bem como a competição mais genérica dos poderes euro-atlânticos com a Rússia, desenvolveram uma situação explosiva. Estes desenvolvimentos, a intensificação do anticomunismo, o objetivo da proibir o Partido Comunista da Ucrânia, proibir os Partidos Comunistas na Europa e noutras regiões do mundo exigem o reforço da vigilância e da solidariedade internacionalista. 100 anos após a primeira Guerra Mundial e 75 anos após a 2.ª Guerra Mundial, há o grande perigo de conflitos militares generalizados. Qual é o fio condutor estes desenvolvimentos, quais são as reais causas das intervenções imperialistas e das guerras? Os monopólios e grandes grupos empresariais estão no centro do imperialismo, que é a fase superior do …

O que não querem que se saiba acerca da corrupção

Imagem
O que não querem que se saiba acerca da corrupçãopor Bruno Carvalho

"Entre o absurdo da cobertura noticiosa da detenção de José Sócrates, sobraram poucos artigos lúcidos sobre a corrupção. Em geral, procura-se individualizar o caso, lançando o ónus da prova sobre o ex-primeiro-ministro e, sobretudo, tenta-se excluir do debate a corrupção enquanto fenómeno do sistema político e econômico em que vivemos. Há, inclusive, quem se atreva a garantir que a justiça portuguesa deve ser felicitada porque dá mostras de ser efectiva na luta contra a corrupção. No fundo, José Sócrates seria uma espécie de maçã podre numa árvore saudável e robusta. Mas não é assim. A corrupção não é uma simples doença que possa ser curada pelos tribunais. A corrupção é sistêmica. É uma praga intrínseca ao sistema económico em que vivemos e alastra-se pelos corredores dos luxuosos escritórios bancários, empresariais e partidários. Também se arrasta pelas redacções, importante ferramenta de controlo mediático.&quo…

Brasil : Para nunca esquecer de Belo Monte

Imagem
Para nunca esquecer de Belo Monte
POR TELMA MONTEIRO
"Essas mesmas empreiteiras umbilicalmente ligadas às campanhas eleitorais e agora, comprovadamente, a propinas, idealizaram fazer Belo Monte com os auspícios da Eletrobrás. A verdade é que o seu único interesse foi o de fazer a obra e faturar na frente. Sim, pois quem constrói uma hidrelétrica fatura na frente, já que o empreendimento só vai ser rentável depois de funcionar.
Espertamente, Odebrecht, Camargo Corrêa e Andrade Gutierrez, deram um jeito de o leilão ser concretizado sem elas. De Belo Monte sair do papel. Se a usina vai gerar pouca energia ou muita energia, pouco importa. Lula chegou a dizer que havia lugar para todas as empreiteiras nesse “bolo” chamado Belo Monte. E aí estão elas, as mesmas grandes empreiteiras associadas numa empresa chamada Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM)."
Estou resgatando essa história para que o leitor entenda como é o mecanismo de bastidores das grandes obras que favorece as emprei…

Conversações de Paz em Havana e assassinatos na Colômbia:

Imagem
Conversações de Paz em Havana e assassinatos na Colômbia:A estratégia dual do regime SantosPor James Petras

"O que é abundantemente claro é que o regime Santos não cumpriu com as principais condições elementares necessárias para implementar qualquer dos cinco pontos estabelecidos na agenda de reforma em Havana. Impunidade militar, violentos esquadrões de morte, grande número de ameaças diárias de morte a ativistas de direitos humanos, mais de nove mil presos políticos e dezenas de assassinatos não resolvidos de líderes camponeses não é compatível com a transição para uma paz democrática. Isto só é compatível com a continuidade de um regime oligárquico autoritário. Uma transição democrática e um acordo de paz exige uma mudança fundamental na cultura política e nas instituições do Estado colombiano."
Há muitas ficções e falsas suposições subjacentes às negociações de paz entre o regime do Presidente Santos e as FARC-EP (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – Exército do P…

E que fim levaram os “humanitários” que iam salvar os líbios com bombas e drones?!

Imagem
E que fim levaram os “humanitários” que iam salvar os líbios com bombas e drones?!
por [*] Gleen Greenwald e [**] Murtaza Hussain, The Intercept
WHAT HAPPENED TO THE HUMANITARIANS WHO WANTED TO SAVE LIBYANS WITH BOMBS AND DRONES?

Traduzido pelo pessoal da Vila Vudu

"Em suma, é quase impossível exagerar os horrores que os líbios são obrigados a enfrentar diariamente, e a miséria tomou conta do país.Tudo isso leva a uma pergunta óbvia: que fim levaram todos os “humanitários” que tanto insistiram que seriam movidos por profunda e nobre preocupação pelo bem-estar do povo líbio, quando clamavam a favor da intervenção pela OTAN? Quase sem exceção, os que advogavam a favor de ação militar da OTAN em campo na Líbia sempre disseram que a ação seria motivada, não por objetivos primariamente estratégicos, ou pelos recursos naturais líbios, mas por puro altruísmo (sic..)."

Apenas três anos depois da intervenção militar pela OTAN contra a Líbia e com a intervenção elogiada pelos interventores…

Kaiowás mais uma vez sob ameaça do nazismo do agronegócio

Imagem
Kaiowás mais uma vez sob ameaça do nazismo do agronegócio
por EcoAgência


"Desde 2007, já foram mais de dez assassinatos de indígenas em processos de retomadas de terras tradicionais. Além disso, as cerca de 500 famílias Kaiowá sofrem diariamente com ameaças, intimidações, pulverização proposital por agrotóxicos e fome. A presença de grupos armados na região e o cerco a que são submetidos os Guarani-Kaiowá renderam ao território outro apelido negativo: “Faixa de Gaza Indígena”, numa comparação da estratégia dos latifundiários com a política genocida do Estado nazista de Israel."
As 500 famílias que compõem a comunidade indígena de Kurussu Ambá, localizada a 420 quilômetros de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, estão sendo mantidas sob ameaça constante de despejo pela Justiça e confinados num verdadeiro campo de concentração pelas milícias dos latifundiários, em mais um capítulo do genocídio do povo Guarani-Kaiowá pelo agronegócio. Os indígenas foram isolados pelos fa…

Brasil : A propósito, quem ganhou mesmo as eleições?

Imagem
Um governo com os capitalistas
ESCRITO POR FERNANDO SILVA

"Em meio a um escândalo que está abrindo uma grave ferida nos mecanismos de funcionamento e financiamento das campanhas eleitorais e nas relações para lá de promíscuas entre empresas públicas e empreiteiras, o governo Dilma tenta a todo custo descolar-se do Petrolão. Mas como faz isso? Recorrendo à mobilização popular para aprovar um plebiscito para acabar com o financiamento empresarial ou para estabelecer uma consulta sobre as reformas e demandas populares? Não, nada disso, atira-se aos braços do mercado para estabelecer, a partir daí, um novo pacto de governabilidade e confiança com o Grande Capital para o segundo mandato.
Parece cair por terra qualquer expectativa ou discurso sobre possíveis inflexões do governo em relação ao período anterior. Nada disso, o PT continuará fazendo o que faz há doze anos: governar essencialmente com os capitalistas, para o mercado, para o agronegócio, para os grandes monopólios e também p…

Guerra total na Ucrânia: "Ofensiva final" da NATO

Imagem
Guerra total na Ucrânia: "Ofensiva final" da NATO por James Petras
"Uma intensificação da febre da guerra está a varrer o ocidente; as consequências desta loucura parecem mais graves a cada hora que passa."
"A NATO está a enviar vastos carregamentos de armas para a junta de Kiev, juntamente com conselheiros de "Forças Especiais" e peritos em contra-insurgência em antecipação a um ataque em plena escala contra os rebeldes no Donbass".  "Para isolar e enfraquecer a resistência no Donbass e garantir a vitória do blitz iminente de Kiev, a UE e os EUA estão a intensificar sua pressão econômica, militar e diplomática sobre a Rússia para abandonar as nascentes democracias populares na região Sudeste da Ucrânia, seu principal aliado.
Toda escalada de sanções econômicas contra a Rússia destina-se a enfraquecer a capacidade dos combatentes da resistência no Donbass para defenderem seus lares e cidades. Todo despacho russo de abastecimento médico e aliment…

Ser negro na União Soviética e nos Estados Unidos: uma comparação histórica

Imagem
Ser negro na União Soviética e nos Estados Unidos: uma comparação históricapor Jones Makaveli] - Diário Liberdade
"Como demonstramos, para um negro os Estados Unidos e não a União Soviética é que representavam o autoritarismo, a violência brutal e o despotismo. Enquanto a potência capitalista manteve e mantém [6]durante toda sua história práticas racistas e genocidas contra o povo negro (e os índios), o Estado Soviético foi o primeiro país do mundo a criminalizar o racismo, promover uma ampla política cultural de combate ao racismo, promover a dignidade e a igualdade das minorias nacionais secularmente oprimidas e ser um instrumento de luta e grande referência na libertação dos povos coloniais, vítimas do racismo e da dominação mais brutal.
O texto também mostrou, embora esse não seja seu ponto central, que a idéia da ideologia dominante de que as experiências socialistas do século XX só significaram terror e tragédias para as minorias (negros, mulheres, gays, etc.) não passa de um…

A realidade do desemprego em Portugal

Imagem
Número de desempregados continua a aumentar por Eugénio Rosa
"Segundo o INE, em 2012, 40,2 por cento dos desempregados estavam no limiar da pobreza, ou melhor numa situação de verdadeira pobreza para não dizer de miséria. E esta percentagem tem crescido de uma forma rápida a partir de 2010 como revelam os dados do INE. É esta a realidade que o Governo procura esconder enganando a opinião pública, uma realidade que tende ainda a agravar-se mais porque o Governo, na sua ânsia de reduzir o défice orçamental para pagar juros leoninos aos bancos credores e à troika (7600 milhões de euros em 2014 e 8200 milhões de euros em 2015), corta prestações sociais a centenas de milhares de portugueses que já vivem numa situação de pobreza, alguns de pobreza extrema.
Para 2015, o Governo já anunciou que quer cortar mais 100 milhões de euros nestas prestações."
O Governo, na sua ânsia de reduzir o défice orçamental (...) corta prestações sociais a centenas de milhares de portugueses que já vivem …

Tratados de Comércio Livre (TTIP e TPP): quem tira proveito da ira popular

Imagem
Tratados de Comércio Livre (TTIP e TPP): quem tira proveito da ira popularpor Walden Bello*
"Os EUA negoceiam actualmente – em segredo - com a UE e com 11 países asiáticos dois tratados de “comércio livre”. O conteúdo negativo das intenções de tais tratados vai muito para além das questões económicas. Os seus aspectos geopolíticos e ideológicos definem um quadro de subordinação dos Estados à estratégia das principais potências imperialistas."

Em paralelo com o acordo comercial que actualmente discutem com a União Europeia (o TTIP), os EUA estão a negociar um acordo similar com 11 países da Ásia e do Pacífico: o Acordo Transpacífico (Trans-Pacific Partnership -TPP). Walden Bello, um dos mais destacados críticos da globalização neoliberal e empresarial, identifica qual é a estratégia global que sustenta os dois acordos. O jornalista e activista italiano Thomas Fazi entrevistou-o para a página Open Democracy.
Thomas Fazi: Hoje, os ‘acordos de comércio livre’ bilaterais e regionai…

Anticomunismo pavloviano

Imagem
Anticomunismo pavlovianopor Filipe Diniz
"Ou talvez com um argumento: o da história «escrita pelos vencedores». Ignoram estes anticomunistas pavlovianos que tal história é provisória. Podem agora insultar o PCP de «esquizofrenia política» ou de «reescrita» e «branqueamento» da história. Com a imposição da sua versão do passado querem sobretudo impor a sua versão do presente, um presente em que os trabalhadores e os povos fiquem indefesos e amarrados à exploração. Escreve uma inquieta comentadora que o PCP «permanece hábil a explorar a pobreza e as desigualdades como combustível para alimentar a sua lunática luta de classes».
Se estivessem tão seguros da sua «história», a primeira coisa que fariam seria preservar fisicamente o «muro». O arquitecto Rem Koolhaas, que desde jovem o estudou enquanto realidade urbana, afirmou que o desola «que a primeira coisa a desaparecer depois da queda do muro foi qualquer vestígio dele próprio, […] simplesmente em nome da ideologia». Porque a Berlim…

Absurdo sem limites

Imagem
Absurdo sem limites
por Jorge Cadima

"Afirmou Obama em conferência de imprensa: «Temos uma posição muito firme sobre a necessidade de preservar princípios internacionais fundamentais. E um desses princípios é o de que não se invadem outros países, nem se financiam agentes, nem se lhes dá apoios que conduzam à divisão de um país que tem mecanismos para eleições democráticas» (Reuters, 16.11.14). A espantosa declaração de Obama, proferida num momento em que as tropas americanas voltam ao Iraque, era dirigida contra a Rússia e vinha a propósito da Ucrânia. País onde o governo dos EUA investiu cinco mil milhões de dólares no financiamento da subversão, segundo confessou publicamente a vice-secretária de Estado dos EUA para as questões euro-asiáticas, Victoria Nuland, ao discursar perante uma plateia de homens de negócios em Washington, no dia 13 de Dezembro de 2013. Subversão que culminou, dois meses depois, no golpe de Estado que derrubou o presidente eleito Yanukovich, no ascenso do …

Economia de base colonial: o modelo de exploração mineral no Brasil

Imagem
Economia de base colonial: o modelo de exploração mineral no Brasil
por Wladmir Coelho
"Agora vejamos: A crise econômica iniciada em 2008 aprofunda o discurso neoliberal jogando nos ombros dos trabalhadores as medidas restritivas de sempre. No caso da mineração devemos observar a criação de legislações lesivas aos interesses dos trabalhadores. O exemplo do petróleo é escandaloso. As leis 9478 de 1997 e 12351 de 2010 retiram do Brasil o controle do bem econômico petróleo submetendo a política energética nacional às necessidades das multinacionais.
Completando o quadro de privatização a proposta do Marco Regulatório da mineração libera todo e qualquer espaço brasileiro à atividade minerária revelando em seu conteúdo a opção pelo modelo de exploração predatório e exportador.
Temos agora a ampliação do ataque ao mundo natural, a subtração de direitos dos habitantes de territórios com potencial minerador somados a renuncia nacional ao controle do poder econômico resultante da exploração m…

O rastro do desenvolvimento e conflitos territoriais no Brasil

Imagem
O rastro do desenvolvimento e conflitos territoriais no Brasil
por Leila Leal da EPSJV/Fiocruz

"O professor lembra que esse modelo de desenvolvimento desconsidera as populações locais, desmantela a agricultura e altera o modo de vida. Ele exemplifica: o Maranhão, estado com maior população rural, sofre com a concentração de terras que expulsa a população rural, gerando inchaço urbano em direção a cidades sem estrutura, que recebem uma população do campo que chega sem condição de acessar emprego. “Há uma grande explosão de violência urbana. Em todo esse cenário, o Maranhão é o estado que mais cresce. Produz muita riqueza, que por sua vez produz miséria. O desenvolvimento gera miséria e isso não é característica apenas do Maranhão. A crise na Europa, com miserabilização e pobreza, demonstra isso."
São promessas de criação de empregos, melhorias nas condições de vida, dinamização da economia e ‘crescimento’. Contrastando com esse discurso, que comumente acompanha a instalação de e…

Portugal : CIDADANIA À VENDA

Imagem
CIDADANIA À VENDAPUBLICADO POR LÚCIA GOMES

" enquanto uma Europa nega a entrada de migrantes, enquanto aumenta o tráfico de seres humanos para fins de exploração laboral e sexual, enquanto se obriga a que um cidadão de um país de fora da UE tenha que cumprir um sem número de requisitos para poder ficar em Portugal, isto enquanto o SEF trata os migrantes como criminosos."
Há um mar de mortos quando falamos de cidadania. Literalmente. Não apenas em Lampedusa, mas são aos milhares os que morrem a tentar obter a cidadania europeia para circular e trabalhar livremente naquela que é, para «eles», uma terra de oportunidades.
E ao passo que uma Europa podre retira os corpos sem vida dos que não conseguem chegar, vende a cidadania a quem a pode pagar. A cidadania e todos os direitos que lhe são inerentes.

Vejamos:
O que é isso do Visto Gold?
É a possibilidade de investidores estrangeiros requererem uma autorização de residência para efeitos do exercício de uma actividade de investiment…

“MUROS”

Imagem
“MUROS”  por Eduardo Galeano 


"Pouco se fala do muro que os EUA estão a incrementar na fronteira mexicana, e pouco se fala das cercas de arame farpado de Ceuta e Melilla.
Quase nada se fala do Muro da Cisjordânia, que perpetua a ocupação israelita de terras palestinas e, daqui a pouco, será 15 vezes maior do que o Muro de Berlim. "
"Em julho de 2004, o Tribunal Internacional de Justiça de Haia sentenciou que o Muro da Cisjordânia violava o direito internacional e ordenou que fosse demolido. Até agora, Israel não se inteirou disso. Em outubro de 1975, o mesmo Tribunal havia decidido: "Não há qualquer vínculo de soberania entre o Sahara Ocidental e Marrocos." É pouco dizermos que Marrocos se fez surdo. Foi pior: no dia seguinte a esta resolução iniciou a invasão, a chamada Marcha Verde, e pouco depois apoderou-se, a ferro e fogo, dessas vastas terras e expulsou a maioria da população."
O Muro de Berlim era a notícia de todos os dias. De manhã à noite líamos, ví…

Privatização da TAP: um crime contra os interesses nacionais

Imagem
Nota do Gabinete de Imprensa do PCP
Privatização da TAP: um crime contra os interesses nacionais
"Esta é a terceira tentativa de privatização da TAP. Em 2001 falhou o negócio com a Swissair (que entretanto faliu). Em 2012 impediu-se a aventura da sua entrega a Efromovich. Trata-se, portanto, do prosseguimento de um objectivo que tem unido o conselho de administração da empresa e os sucessivos governos do PS, PSD e CDS: a entrega de um importante patrimônio do povo português ao grande capital. Governos que, alinhando com as orientações da União Europeia, tudo têm feito para estrangular financeiramente a empresa, que não recebe um euro do Estado, ao contrário das companhias low cost. "
"à semelhança do acontecido com a privatização de outras empresas estratégicas, como o caso exemplar da liquidação em curso da PT mostra, a privatização da TAP representaria no curto, médio prazo a sua destruição. A privatização da TAP poderá ser um bom negócio para os grupos econômicos nacion…

A agenda real da Fundação Gates

Imagem
A agenda real da Fundação Gates por Jacob Levich 
"O caso exemplar de filantropia na era da governação global da saúde é a Fundação Gates. Amplamente dotada, basicamente livre de responsabilidades, não tolhida pelo respeito para com a democracia ou a soberania nacional, a flutuar livremente entre as esferas pública e privada, está posicionada do modo ideal para intervir com ligeireza e decisivamente em prol dos interesses que ela representa. Como observou Bill Gates: "Não vou ser posto fora do governo em eleições". [40] Relacionamentos de trabalho estreitos com a ONU, os EUA e instituições da UE, bem como poderosas corporações multinacionais, dão à BMGF (Bill & Melinda Gates Foundation) uma capacidade extraordinárias para harmonizar complexas agendas que se sobrepõem, assegurando que as ambições de corporações e dos EUA sejam avançadas em simultâneo. Para melhor entendimento de como opera a BMGF e no interesse de quem, vale a pena examinar os programas de vacinas glob…

O mistério de Kobane

Imagem
O mistério de Kobanepor Pepe Escobar
"Em Kobane trava-se um combate desesperado entre os curdos sírios e o Estado Islâmico (ISIS). O que está em causa não é apenas a resistência contra esta força fundamentalista e fascista. É a defesa de uma experiência de gestão política dirigida fundamentalmente pelo PYD, o ramo sírio do PKK turco. E isso explica a traição da “comunidade internacional” a essa resistência.

As bravas mulheres de Kobane – onde os curdos sírios combatem desesperadamente contra o Estado Islâmico (ISIS) – estão prestes a ser traídas pela “comunidade internacional”. Estas guerreiras também combatem, além dos terroristas do califa Ibrahim, as traiçoeiras agendas dos EUA, Turquia e da administração do Curdistão iraquiano. O que é está de facto a acontecer em Kobane?
Comecemos por falar de Rojava. O verdadeiro significado de Rojava (as três províncias de maioria curda do norte da Síria) é transmitido neste editorial (em turco) publicado pelo activista encarcerado Kenan Ki…

Portugal : A ideologia dominante no Ensino - Reflexos nos exames nacionais

Imagem
A ideologia dominante no Ensino - Reflexos nos exames nacionais

por ANDRÉ LEONEL


"Tendo em conta a importância colectiva que tem a Educação para os destinos do país e do ponto de vista individual para cada um, é urgente por este e outros problemas do ensino, a intensificação da luta dos estudantes pela defesa da Escola Pública, Gratuita, Democrática e de Qualidade, e com a sua vontade transformadora, alterar a realidade da Educação dos dias de hoje e reconstruir a escola de Abril."

Há dois anos a camarada Cátia Lapeiro escreveu um artigo para esta mesma revista 1 onde analisava a relação entre os conteúdos de manuais escolares do 9.º ano e a ideologia dominante. A contextualização teórica que a camarada fez escusa-me de certa maneira a repeti-la, no entanto nunca é demais frisar esta ideia essencial: ao contrário do que nos querem fazer crer a educação não é apolítica – nunca o poderia ser.
Tal como no artigo de há dois anos, também neste traremos exemplos, desta vez mais centr…

Democratizar os meios de comunicação e combater os atos reacionários da mídia burguesa

Imagem
Democratizar os meios de comunicação e combater os atos reacionários da mídia burguesapor Diário Liberdade - [Eduardo Vasco]
"A grande mídia mente quando fala que transmite a pluralidade. Na verdade, transmite somente um tipo de pensamento: o pensamento dos patrões. Isso é muito fácil de se perceber. É só vermos quem são os donos dos meios de comunicação. Uma meia dúzia de famílias burguesas controla quase toda a mídia no Brasil. Todas essas famílias já eram ricas quando conseguiram a concessão pública dos meios, e multiplicaram os seus lucros com esse grande negócio sujo que é a mídia brasileira. Esses grandes corruptos que compõem a máfia da comunicação no Brasil ganham milhões a cada ano apenas com verba federal. São parasitas que usam dinheiro dos cofres públicos para manipular as massas para seus próprios interesses."
Está mais do que na hora de se democratizar os meios de comunicação, para tirar o monopólio de uma meia dúzia de burgueses que manipulam a opinião pública. &q…

Velhas e novas mistificações sobre o Estado

Imagem
Velhas e novas mistificações sobre o Estado
por JORGE CORDEIRO
"É por detrás deste jogo de ilusões que se suportam as questões mais fundas do papel que o Estado joga na sociedade para, por seu intermédio, hábil mas de facto coercivamente, se assegurar a repartição cada vez mais injusta do rendimento nacional, se edificarem as leis que protegem os mais fortes, se garantir em nome da «ordem pública» a ordem estabelecida dos dominantes, e iludir que a balança da justiça tem sempre mais peso do lado da propriedade. E é também por detrás deste biombo mais largo que os que detêm o poder a ele recorrem para a gestão de benefícios de conjuntura – políticos, eleitorais, partidários e particulares.
Os objectivos presentes no Guião, por mais rendilhadas quanto falsas as afirmações presentes no seu conteúdo, são de intensificar e consolidar um processo de reconfiguração do Estado ao serviço dos interesses do grande capital nacional e transnacional há muito associado ao processo contra-revolucio…

No Brasil, negros são os mais encarcerados e a maioria das vítimas de homicídio

Imagem
No Brasil, negros são os mais encarcerados e a maioria das vítimas de homicídiopor Brasil de Fato
"Diante desses números, Fábio de Sá e Silva, técnico de planejamento e pesquisa do Ipea e pós-doutorando no centro de profissões jurídicas da Harvardu University Schooloflaw, avalia que o crescente encarceramento, com ênfase em jovens, negros e por crimes associados a entorpecentes e o aumento do número de presos em situação provisória explicam por que o Brasil caminha resoluto para alcançar posições de destaque entre os países que mais encarceram.
De acordo com ele, a publicação dos dados do relatório coincide com o início de um novo ciclo governamental, no qual a política prisional terá de ser profundamente repensada."
De acordo com 8º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, das 53.646 vítimas de homicídio, 36.479 são negras; dos 574.207 presos, 307.715 são negros

De 2009 a 2013, cresceu o número de homicídios no Brasil, de 44.518 mil para 53.646 mil. Das vítimas fatais do ano p…

A pobreza e o empobrecimento

Imagem
A pobreza e o empobrecimentopor ARMINDO MIRANDA

"Tendo como alicerce a exploração, fabulosos lucros directos e verbas dos orçamentos de Estado, roubadas aos salários dos trabalhadores, às pensões e reformas, são transferidos para os grupos económicos e banqueiros, autênticos parasitas da desgraça alheia. Assim, num tempo em que reaparecem doenças dadas como vencidas num passado recente, em que para milhões de seres humanos é cada vez mais difícil o acesso a serviços de saúde, em que morrem diariamente centenas de milhares de pessoas, das quais mais de 30 mil crianças devido a causas para as quais a ciência tem solução, os capitalistas, donos dos meios de produção e da indústria do medicamento, colocam os avanços da ciência ao serviço dos seus interesses de classe e aumentam de forma escandalosa e desumana os seus lucros.""A grande burguesia incomodada, mas sobretudo inquieta, com as consequências sociais e políticas do alastramento da pobreza, no plano ideológico faz pas…