Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Ucrânia, um ano depois do golpe

Imagem
Ucrânia, um ano depois do golpe
por Luís Carapinha



"No rescaldo do cessar-fogo saído das complexas negociações de Minsk II (em que Kiev continua a recusar sentar-se directamente à mesa com os representantes do Donbass), a Ucrânia mantém-se suspensa entre o reatar da guerra e a trégua precária, cruzada por tiros e salvas de artilharia. A ameaça dos EUA em fornecer – agora abertamente – material de combate ao governo golpista constitui um aviso sério. Como mostra o anterior cessar-fogo, os perigos de nova escalada e alastramento da guerra não podem ser subestimados. A conquista da paz far-se-á com os trabalhadores da Ucrânia e a luta pelo afastamento do poder fantoche de Kiev, derrotando a política insana dos golpistas da Maidan."
A vida tornou-se hoje infinitamente mais difícil para a esmagadora maioria dos ucranianos, um ano após a consumação do golpe de Estado de 21-22 de Fevereiro de 2014. A usurpação do poder pelos sectores mais reacionários e aventureiristas do grande capit…

Petróleo saudita e hipocrisia dos EUA

Imagem
Petróleo saudita e hipocrisia dos EUApor Sara Flounders

"O prolongado domínio da Casa de Saud assenta numa estreita e corrupta camada extremamente privilegiada. Dependente da força de trabalho estrangeira, de instrutores e técnicos especializados estrangeiros, é odiada pelo seu povo. O imperialismo norte-americano apoia a sua prolongada dominação sobre a região num pequeno e detestado bando desprovido de apoio popular e de legitimidade."
"A Arábia Saudita é uma ditadura absoluta e brutal. O nome do país é o da família real saudita que expropriou a fabulosa riqueza petrolífera do país e a trata como exclusivo patrimônio familiar. O controlo é mantido através de uma maciça repressão organizada pelo Estado. Quaisquer formas de dissensão política ou de organização social, desde partidos políticos a sindicatos, são banidas sob pena de morte.
Em média de quatro em quatro dias são realizadas execuções por decapitação em praças públicas. Os crimes punidos com pena capital incluem …

Paris, cidade das trevas?

Imagem
Paris, cidade das trevas?por Anabela Fino

"A história que agora nos chega de Paris começou em finais de Janeiro, envolve autores, editoras e universidades, e é o testemunho de que o «ovo da serpente» não morreu 70 anos depois da derrota do nazi-fascismo. A coisa conta-se depressa. O bibliotecário da biblioteca Pierre Mendès-France da universidade da Sorbonne Paris 1, face a uma proposta para incluir no acervo da instituição a obra «As guerras de Staline», de Jeffrey Roberts, publicada pelas edições Delga, respondeu desta forma: «a obra proposta, apesar de escrita por um universitário, não nos parece a priori apresentar a neutralidade histórica e científica necessária à sua eventual integração no nosso património. Os restantes títulos publicados pela editora também não». (O sublinhado é do próprio autor da mensagem)"
"Indignado, o autor da proposta para aquisição da referida obra, que o bibliotecário tomou por um aluno, denunciou o caso nos meios acadêmicos e daí à praça p…

Quem nos governa?

Imagem
Quem nos governa?por Vladimir Safatle


"Em 1860, guerra terminada, os ingleses tiveram a ideia de abrir um banco para financiar o comércio baseado no tráfico de drogas. Dessa forma apoteótica, nasceu o HKSC, tempos depois transformado em HSBC (Hong Kong and Shangai Bank Corporation), conhecido de todos nós atualmente. Sua história é o exemplo mais bem acabado de como o desenvolvimento do capitalismo financeiro e a cumplicidade com a alta criminalidade andam de mãos dadas.""Se não existissem bancos como o HSBC os especuladores e rentistas não teriam a garantia de ser auxiliados por peritos na evasão de divisas e na fraude fiscal. Os traficantes de armas e drogas não teriam tanto poder se não existissem bancos que oferecem os seus serviços de lavagem de dinheiro com discrecção e eficiência. Sendo assim, por que se chama “bancos” ao que mais parecem instituições criminosas há muito institucionalizadas?"
Traficantes de drogas e armas não teriam tanto poder se não existis…

Ucrânia Raízes da guerra

Imagem
Ucrânia Raízes da guerrapor Albano Nunes


"É aqui que mergulham as raízes de um foco de guerra tanto mais perigoso quanto se desenvolve no quadro da mais profunda e prolongada crise capitalista e em que é visível a tentação dos sectores mais reacionários e agressivos do grande capital para voltarem a recorrer ao fascismo e à guerra para dirimir as suas contradições e, à custa de colossais destruições materiais e humanas, restaurar as condições de reprodução do capital como aconteceu com a 2.ª Guerra Mundial cujo 70.º aniversário do seu fim este ano assinalaremos. "
A escalada de confrontação dos EUA-UE-NATO com a Rússia encerra enormes perigos para a paz na Europa e no mundo. As frenéticas movimentações diplomáticas que levaram Merkel e Holande a Kiev, Moscovo e a Washington (só Merkel) e a uma nova cimeira em Minsk da Alemanha, França, Ucrânia e Rússia, mostram que a situação é realmente muito séria. O cessar fogo acordado para o Sudeste da Ucrânia foi-o num quadro em que à i…

Sionismo senil?

Imagem
Sionismo senil?por Filipe Diniz


"o que mais surpreende é o carácter caricato – para não se dizer imbecil – de tais mensagens pré-eleitorais. Será da baixa consideração em que o sionismo tem o seu eleitorado, ou dar-se-á o caso de o sionismo ter entrado na fase senil? Uma coisa é certa: quando Netanyahu for levado a julgamento pelos seus crimes (e esse dia há-de chegar), pode sempre apresentar estes vídeos e invocar inimputabilidade."

Realizam-se em Março eleições gerais em Israel. O partido de Netanyahu, o Likud, publicou já dois vídeos de pré-campanha que têm deixado estarrecidos os mais empedernidos sionistas.
No segundo, uma carrinha com indivíduos vestidos como militantes do ISIS. O condutor pergunta a outro automobilista o caminho para Jerusalém. Este responde: «o caminho épela esquerda». Em fundo dos militantes ISIS ouve-se um rap: «Desde criança que sei que quero ser enterrado na terra onde jaz o meu avô. Desde criança que sei que quero ser soldado e pertencer à Fatah,…

Um novo movimento surge nos Estados Unidos. Para onde se dirige?

Imagem
Um novo movimento surge nos Estados Unidos. Para onde se dirige?
por John Catalinotto*


"É quase impossível exagerar o papel central do racismo no capitalismo estadunidense. O impacto histórico de 400 anos de escravatura continua a oprimir a população afro-americana e afecta as outras populações de cor. Inclusive, depois da Guerra Civil ter posto fim à escravatura legal em 1865, a classe dirigente esclavagista do Sul e os capitalistas do Norte acordaram despojar os afro-americanos dos direitos políticos e econômicos que lhes tinham sido prometidos. Não foi suficiente movimento de direitos cívicos nos anos 1960 e as várias rebeliões nas cidades para que se pusesse fim à segregação legal. "

Com o fim de 2014 surge nos EUA um novo movimento político. Este movimento está apenas a começar. É muito cedo para prever a que velocidade se vai desenvolver ou o que vai fazer a classe dirigente para o tentar parar. Mas este movimento já despertou uma nova geração para a luta. E fê- lo numa b…

LIBERTARAM MALAK AL-KHATIB, A MENINA DE 14 ANOS QUE FOI PRESA PELO EXÉRCITO SIONISTA

Imagem
Sionismo é o fascismo anti-humano IsraelenseDepois de passar 45 dias na prisão: LIBERTARAM MALAK AL-KHATIB, A MENINA DE 14 ANOS QUE FOI PRESA PELO EXÉRCITO SIONISTA
"De acordo com a Defesa das Crianças Internacional Palestina (DCI- Palestina), “Israel é o único Estado que, automática e sistematicamente, processa as crianças nos tribunais militares, que carecem de normas básicas do devido processo".
Segundo um informe sobre a detenção de menores por parte de Israel, algo “em torno de 500 a 700 crianças palestinas, algumas de tão somente 12 anos, são presas e processadas no sistema de detenção militar israelense a cada ano. A maioria das crianças palestinas detidas é acusada de ‘atirar pedras’”.

LA VOZ ARMENIA (RESÚMEN LATINOAMERICANO)
No dia 21 de janeiro, Malak al-Khatib, de 14 anos de idade, foi condenada a 2 meses no cárcere israelense. Malak estava presa desde 31 de dezembro de 2014, e sua detenção foi prolongada em várias ocasiões durante esse tempo. Ela é acusada de ter “a…

Vitória russa no conflito da Ucrânia

Imagem
Vitória russa no conflito da Ucrâniapor M K Bhadrakumar


"O acordo de cessar-fogo na Ucrânia é – basta olhar para quem o subscreve – obviamente precário. Mas ao contrário do que a propaganda ocidental quis fazer crer a Rússia negociou a partir de uma posição de força, e o articulado do acordo deixa os fascistas de Kiev a contas com mais agudas contradições internas."
A maratona de 16 horas de conversações na noite passada e esta manhã em Minsk, quanto à resolução do conflito na Ucrânia, dos líderes dos países envolvidos no chamado “formato Normandia” – Alemanha, França, Rússia e Ucrânia – acabaram num acordo. Os 13 acordos ampliaram o acordo de Minsk de Setembro último, com doze pontos. Mas há demasiada “adicionalidade” na medida em que foi estabelecido um calendário de cumprimento pelas partes beligerantes e outros protagonistas.
Os termos finais do acordo confirmam que a Rússia negociou a partir de uma posição de força – ao contrário do que a furiosa propaganda ocidental sem…

o julgamento para proibir o PC da Ucrânia

Imagem
A declaração do deputado do PE do KKE 1 , Kostas Papadakis, sobre o julgamento para proibir o PC da Ucrânia


"Desta forma, eles demonstram que o povo ucraniano terá de enfrentar a continuação desta guerra fratricida no interesse dos imperialistas, bem como a nova escalada de medidas anti-operárias. Os comunistas estão na mira da classe burguesa, porque são os únicos em condições de lutar contra os violentos ataques antipopulares e a histeria nacionalista. Eles são os únicos que podem mostrar o caminho para sair da barbárie capitalista. A falsificação da história e as distorções gritantes em relação à contribuição dos comunistas e do socialismo não terão sucesso. "



O julgamento respeitante à proibição do Partido Comunista da Ucrânia começou na quarta-feira (4/2), em Kiev. Os acusadores do PC da Ucrânia nesse julgamento são o Ministério da Justiça da Ucrânia, o Ministério do Interior e a Agência Nacional de Informação. Acusam o PC da Ucrânia de “propaganda divisionista”. Atos se…

Stáline, a época de Stáline e o stalinismo

Imagem
Stáline, a época de Stáline e o stalinismo por Aleksandr Zinóviev

"O grande papel histórico de Lénine consistiu em ter elaborado a ideologia da revolução socialista, ter criado uma organização de revolucionários profissionais, orientada para a conquista do poder, ter dirigido as forças para a tomada e conservação do poder quando surgiu a oportunidade, ter avaliado a situação e assumido o risco da tomada do poder, ter utilizado o poder para destruir o sistema social existente e organizado as massas para a defesa das conquistas da revolução, contra os contra-revolucionários e os intervencionistas. Em suma, consistiu em ter criado as condições necessárias para a construção do regime social comunista na Rússia.
No entanto, esse regime em si formou-se já depois da sua morte, no período de Stáline, formou-se sob direcção de Stáline. O papel destas figuras é de tal modo enorme que se pode afirmar peremptoriamente que sem Lénine a revolução socialista não teria vencido, e que sem Stáline nã…

Portugal : A política de direita – uma estratégia para o subdesenvolvimento

Imagem
A política de direita – uma estratégia para o subdesenvolvimentoPor Vaz de Carvalho
"O Governo orgulha-se dos cortes da austeridade: «Nenhum governo cortou tanto na despesa como este». A redução da despesa do Estado em 10 mil milhões de euros é o seu «êxito». Um «êxito» que reduziu o PIB em seis por cento e por cada euro tirado à despesa do Estado a dívida aumentou 5,6 euros; os juros passaram de 2,8 por cento do PIB em 2010, para cinco por cento. Também nenhum governo fez crescer tanto a pobreza, nem aumentar o número de multimilionários, que a ministra das Finanças acha serem poucos.
Note-se que «despesa do Estado» representa consumo e investimento. E se não o for é porque há má gestão e corrupção. Todas as medidas que poderiam tirar o País da situação em que se encontra são contrárias à política que a direita defende como se fossem verdades absolutas. O seu objectivo confessado é «ser atractivo» para o capital estrangeiro: políticas que têm como prioridade os baixos salários, a …

Ingerência externa aumenta na Nigéria

Imagem
Ingerência externa aumenta na Nigériapor Carlos Lopes Pereira
"O caso da Nigéria é exemplar. Em diferentes zonas de África mas também noutros continentes, as potências imperialistas apoiam sectores corruptos das classes dominantes, espalham intrigas, traficam influências, instigam conflitos étnicos e religiosos, criam e armam grupos terroristas, fomentam guerras, liquidam estados, dividem nações – tudo isso para continuar a exploração dos trabalhadores e a rapina das riquezas dos povos."
A situação política e militar agravou-se na Nigéria, a maior economia africana. As eleições presidenciais previstas para o final desta semana foram adiadas, o grupo Boko Haram intensificou os ataques na região, o conflito internacionalizou-se e aumenta a ingerência estrangeira no país.
A pedido do governo de Abuja, que alegou razões securitárias – a impossibilidade das forças armadas garantirem a normalidade do escrutínio no nordeste, onde enfrentam há seis anos, com pouco êxito, as brutais inv…

TTIP - Um cavalo de Troia

Imagem
Protesto contra o TTIPUm cavalo de Troia

"Como explicou Paul De Clerk, activista dos Amigos da Terra, «visto de fora, o cavalo de Troia parece uma coisa muito bela, mas no seu interior esconde-se uma ameaça terrível»."
"Considerando que a União Europeia deve renunciar ao TTIP, as ONG previnem contra a subordinação dos direitos democráticos e da soberania dos estados aos interesses das multinacionais.
Em concreto alertam para os perigos da remoção indiscriminada de «obstáculos» ao comércio, pondo em causa direitos sociais e diversas regulamentações, e da possibilidade de as corporações processarem os estados à margem dos tribunais nacionais."

Centenas de pessoas manifestaram-se, dia 4, em Bruxelas, contra o acordo comercial e de investimentos (TTIP) entre a União Europeia e os Estados Unidos.
A acção promovida por organizações não-governamentais (ONG) coincidiu com a oitava ronda de negociações de um acordo que tem suscitado um forte movimento de contestação.
Os manife…

Grécia : Organização popular e eleitoralismo

Imagem
Organização popular e eleitoralismo
por João Vilela



"...o Estado burguês da Grécia está montado para dominar o proletariado em nome da burguesia, e não para fazer o contrário: o que torna ainda mais determinante que a organização de massas dos trabalhadores e das classes populares da Grécia redobre esforços se quer empurrar o Governo Syriza um milímetro que seja. Porque a única arma que o proletariado tem, teve, e algum dia terá, é a sua organização."

A vitória do Syriza, enquanto facto político, vale muito pouco. Mas vale enquanto elemento de um processo. Dificilmente sairá uma transformação assinalável da política grega – e tanto menos da correlação de forças à escala europeia – desta vitória eleitoral: mas ela, e a reacção a ela, elucidarão com rapidez aqueles que, infundadamente, acreditam na possibilidade de uma União Europeia ao serviço dos trabalhadores e dos povos, contanto que refundada no seu projecto, ou devolvida a uma mítica pureza inicial. 

Tenho escrito amiúde sob…

A opção Faluja na Ucrânia do Leste

Imagem
A razão real porque Washington se sente ameaçada por Moscovo
A opção Faluja na Ucrânia do Leste
por Mike Whitney [*]

"Na verdade, se o combate acabasse amanhã as sanções seriam levantadas pouco após e a economia russa começaria a recuperar. Como é que isso beneficiaria Washington?
Não beneficiaria. Minaria o plano mais vasto de Washington de integrar a China e a Rússia no sistema económico prevalecente, o sistema dólar. Pessoas influentes nos EUA percebem que o actual sistema deve ou expandir-se ou entrar em colapso. Ou a China e a Rússia são submetidas e persuadidas a aceitar um papel subordinado na ordem global liderada pelos EUA ou a permanência de Washington como poder hegemônico global chegará a um fim.
Esta é a razão porque as hostilidades no Leste da Ucrânia escalaram e continuarão a escalar. Esta é a razão porque o Congresso dos EUA aprovou uma lei para aplicar sanções mais duras ao sector energético da Rússia e ajuda letal aos militares da Ucrânia. Esta é a razão porque Washi…

Ucrânia : Diplomacia franco-germânica

Imagem
Diplomacia franco-germânica
por Jacques Sapir


"O facto de as forças de Kiev alvejarem deliberadamente os civis está hoje confirmado . Portanto não foram estes os factos que desencadearam o esforço de mediação da França e da Alemanha, é preciso sublinhar, mas antes a derrota da forças de Kiev em Debaltsevo.""O país está arruinado e falido, as esperanças de ali desenvolver a indústria do gás de xisto evaporaram-se. É claro que só uma ajuda importante da parte da União Europeia pode permitir-lhe que continue a flutuar. Esta ajuda deve ser considerada a fim de forçar os Estados Unidos a renunciarem a uma intervenção, tanto directa como indirecta, na Ucrânia. Esta é a única condição para obter a confiança da Rússia. "


O Presidente François Hollande e a Chanceler Angela Merkel tentam actualmente em Moscovo, nesta sexta-feira 6 de Fevereiro, aquilo que é descrito como uma "mediação de última oportunidade" sobre a crise ucraniana. Mas isto na realidade já era o cas…

Sionismo, uma aberração fascista anti-humana

Imagem
Sionismo Fascista: Israel prende meninos palestinos em jaulas ao ar livre por Resumen Latinoamericano
"É preciso salientar que se trata exclusivamente de crianças palestinas e que nunca nenhuma criança israelense foi submetida a tais práticas. Além disso, habitualmente as crianças são levadas a tribunais militares, independente de quais forem as faltas supostamente cometidas por elas e sem que esteja presente nenhuma representação legal." "Este comitê publicou um informe que provava que as crianças suspeitas de delitos menores contra as autoridades de ocupação foram mantidas ao relento e sofreram ameaças regulares de atos violentos ou sexuais. Uma situação que pode durar meses.""O Comitê Israelense contra a Tortura aponta que Israel é o único país a julgar sistematicamente meninos em tribunais militares e acrescenta que “nunca nenhum menino israelense entrou em contato com o sistema jurídico militar”."
O Comitê Israelense contra a tortura acaba de revelar um…

Armas israelenses causam morte e deformações em bebês palestinos

Imagem
Armas israelenses causam morte e deformações em bebês palestinospor Telesur


"A Unicef destaca que milhares de crianças palestinas e suas famílias foram afetadas pelos ataques ocorridos entre julho e agosto do ano passado. Mais de 500 crianças foram assassinadas, mais de três mil ficaram feridas, umas 54 mil perderam seu lar e em torno de 500 mil ficaram órfãs."
Devido à inalação de gases tóxicos das armas proibidas usadas por Israel contra a população civil em Gaza, várias crianças morrem pouco depois de nascer ou sobrevivem com graves sequelas.
O uso de armas proibidas por parte do Exército israelense durante a última ofensiva contra a Faixa de Gaza causou o nascimento de bebês com deformações, informou a agência de notícias palestina SAMA.
O uso de armas não convencionais contra os civis de Gaza por parte do regime israelense provocou o surto de enfermidades, como esterilidade nas mulheres, deformações nas crianças recém-nascidas e câncer nos idosos”, detalhou Mohamad al-Hi…

Sobre a perigosa e enganosa campanha da chamada "solidariedade com o povo grego"

Imagem
Sobre a perigosa e enganosa campanha da chamada "solidariedade com o povo grego"
por KKE
"Relembramos que a coligação governamental SYRIZA-ANEL deixou claro que haverá um novo programa, em acordo com os prestamistas; que todos os compromissos para com os "predadores dos mercados" serão observados, o que significa que o povo pagará pelos empréstimos; que isto trabalhará para a salvação do "nosso lar europeu comum", isto é, a UE, a qual é uma união imperialista. Este governo honrará suas "obrigações" para com a NATO. E um exemplo característico de tudo isto é que o novo governo votou a favor das sanções da UE contra a Rússia, as mesmas sanções que o governo anterior também votara a favor. Além disso, o governo também assegurou a Israel que a cooperação da Grécia continuará. "
No momento em que as discussões e reuniões do novo governo SYRIZA-ANEL desenrolam-se a nível internacional, antes do início das negociações oficiais com os "parc…

Brasil : Prende primeiro, pergunta depois

Imagem
Prende primeiro, pergunta depois
por Andrea Dip
Da Agência Pública

“O Brasil é conhecido internacionalmente como um país que extrapola qualquer limite no número de prisões preventivas. É uma prisão que pela Constituição é excepcionalíssima e na prática ela é a regra. No fim das contas, serve como uma forma antecipada de pena e como forma de contenção social mesmo”"Todo o direito penal, o epicentro dele é a propriedade privada. Então se o crime contra a propriedade é mais importante, é obvio que o pobre vai ser mais preso do que o rico”"
"Mais de 40% dos encarcerados brasileiros são presos provisórios que têm as vidas destruídas mesmo quando inocentes, antes de qualquer processo legal"
Francisco* estava no sofá assistindo televisão e aproveitando seu primeiro dia de férias, quando a polícia quebrou o portão e invadiu sua casa gritando, com armas em punho. Apesar de não saber do que se tratava, o coletor de lixo não reagiu nem para dizer que era trabalhador de carteira as…

O que ninguém contará sobre Auschwitz

Imagem
O que ninguém contará sobre Auschwitzpor Miguel Ángel Rodríguez Arias

Os grandes media internacionais falam de Auschwitz à sua maneira: reescrevendo a história. E uma das formas de a reescrever é fazer silêncio sobre o papel do grande capital internacional na promoção e no financiamento do nazismo. E fazer silêncio sobre os que tiraram lucro dos crimes monstruosos do nazi-fascismo.
Passam setenta anos sobre a libertação do campo da morte de Auschwitz, com toda a probabilidade o nome que evoca o mais próximo que o ser humano, em toda sua história, chegou a estar do mal absoluto. E já não é dizer pouco.Auschwitz, e os outros mais de 50 “campos da morte” disseminados por toda a Europa ocupada, evocados em uníssono apenas com essa menção; e sem contar os quase 1000 campos de concentração do Terceiro Reich, os mais de 1150 guetos e tudo o resto.
Declarado Património da Humanidade pela UNESCO, falar de Auschwitz continua sendo hoje demasiado difícil, demasiado insuficiente, demasiado assusta…

Não esquecer para que não se repita

Imagem
Não esquecer para que não se repitapor Cristina Cardoso
"Não esquecer para que não se repita, obriga-nos a uma constante vigilância. A história não se repete, mas tal como aconteceu com o nazi-fascismo, o capitalismo continua a usar a violência, a agressão, a guerra, o terrorismo, incluindo o de Estado, para alcançar os seus objectivos, mesmo que os «reinvente» e «encapote» de outra forma. A par de uma situação internacional cada vez mais tensa, com graves perigos à espreita e marcada pelo crescente militarismo e a proliferação de guerras de agressão, a restrição de liberdades e direitos democráticos a pretexto da segurança intensifica-se."
Em Maio de 2015 comemora-se 70 anos da vitória sobre o nazi-fascismo. Ao longo da década de 1930 e até 1945, os povos enfrentaram as maiores atrocidades que a humanidade já conheceu.
A Alemanha nazi, num ajuste de contas com o desfecho da 1.ª Guerra Mundial e as imposições do Tratado de Versalhes, avançou para a guerra, a ocupação e a mort…

Brasil : Golpe final na soberania do País

Imagem
Golpe final na soberania do País
por ADRIANO BENAYON*
"Essa trama – que visa aplicar o golpe de misericórdia em qualquer veleidade de autonomia nacional, no campo industrial, no tecnológico e no militar é perpetrada – como foram as anteriores intervenções, armadas ou não – pelas oligarquias financeiras transnacionais e instrumentalizada por seus representantes locais e pelo oligopólio midiático, como sempre utilizando hipocritamente o pretexto de combater a corrupção."
1 Não é hipérbole dizer que o Brasil – consciente disto, ou não – vive momento decisivo de sua História. Se não quiser sucumbir, em definitivo, à condição de subdesenvolvido e (mal) colonizado, o povo brasileiro terá de desarmar a trama, o golpe em que está sendo envolvido.
2 Essa trama – que visa aplicar o golpe de misericórdia em qualquer veleidade de autonomia nacional, no campo industrial, no tecnológico e no militar é perpetrada – como foram as anteriores intervenções, armadas ou não – pelas oligarquias fi…