Pesquisa Mafarrico

Translate

sexta-feira, 11 de março de 2011

Os EUA e seus soldados psicopatas assassinam 9 crianças no Afeganistão


Depois do assassinato de mais nove crianças afegãs

Protestos contra a ocupação

«Forças ocupantes( soldados psicopatas dos EUA) mataram pelo menos 74 civis desde meados de Fevereiro »


Uma multidão de afegãos manifestou-se, domingo, em Cabul, contra a ocupação e acusou os EUA de serem responsáveis pela morte de civis e pela destruição do país.

O protesto, no qual se exigiu a imediata saída das tropas estrangeiras do território e se denunciou os crimes cometidos durante a ocupação, segundo informações divulgadas pela agência Xinhua, antecedeu a visita do secretário da Defesa norte-americano ao país.

 

Robert Gates deslocou-se ao Afeganistão num quadro de contestação popular crescente face às atrocidades cometidas pelas tropas dos EUA contra civis. O último episódio foi a morte de nove crianças durante um bombardeamento.

Na bagagem, Gates trouxe a promessa do início da retirada dos soldados no segundo semestre deste ano, e reiterou o pedido de desculpas de Washington pelo sucedido a 1 de Março.

Mas os afegãos não parecem dispostos a perdoar, até porque, antes do assassinato das crianças, outras operações militares realizadas durante as últimas semanas de Fevereiro mataram pelo menos 65 civis, entre os quais 40 crianças, motivando o repúdio popular expresso em várias manifestações ocorridas na capital, Cabul, e em províncias como Kunar.

Dados divulgados pela Afghanistan Rights Monitor indicam que, durante o ano de 2010, pelo menos 2421 civis morreram em consequência directa do conflito. A responsabilidade pela maioria destas mortes é atribuída aos grupos armados afegãos, mas aos ocupantes e às forças armadas do governo são atribuídas culpas pela morte de mais de um terço das vítimas.


Fonte: Avante!

Nenhum comentário:

Postar um comentário