Pesquisa Mafarrico

Translate

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Armas israelenses causam morte e deformações em bebês palestinos

Armas israelenses causam morte e deformações em bebês palestinos
por Telesur



"A Unicef destaca que milhares de crianças palestinas e suas famílias foram afetadas pelos ataques ocorridos entre julho e agosto do ano passado. Mais de 500 crianças foram assassinadas, mais de três mil ficaram feridas, umas 54 mil perderam seu lar e em torno de 500 mil ficaram órfãs."

Devido à inalação de gases tóxicos das armas proibidas usadas por Israel contra a população civil em Gaza, várias crianças morrem pouco depois de nascer ou sobrevivem com graves sequelas.

O uso de armas proibidas por parte do Exército israelense durante a última ofensiva contra a Faixa de Gaza causou o nascimento de bebês com deformações, informou a agência de notícias palestina SAMA.

O uso de armas não convencionais contra os civis de Gaza por parte do regime israelense provocou o surto de enfermidades, como esterilidade nas mulheres, deformações nas crianças recém-nascidas e câncer nos idosos”, detalhou Mohamad al-Hindi, professor da Universidade egípcia de Al-Azhar.

O professor também afirmou que nasceram bebês com deformações de todo tipo e problemas cerebrais.

No entanto, o uso destas armas não afetou apenas os seres humanos, mas também os animais, tendo o consumo de sua carne se tornado prejudicial.

Foto: AFP. Recentemente, foram realizados vários ataques em Rafah, na fronteira com a Faixa de Gaza.

Recentemente, o secretário geral da Iniciativa Nacional Palestina, Mustafa Barghuti, denunciou o uso de armas proibidas nos ataques que Israel efetuou contra Gaza.

“As lesões que sofrem alguns feridos são raras e difíceis de curar porque os sionistas empregam armas proibidas”, disse Barghuti.

No contexto:

A Unicef destaca que milhares de crianças palestinas e suas famílias foram afetadas pelos ataques ocorridos entre julho e agosto do ano passado. Mais de 500 crianças foram assassinadas, mais de três mil ficaram feridas, umas 54 mil perderam seu lar e em torno de 500 mil ficaram órfãs.





Tradução: Partido Comunista Brasileiro (PCB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário