Rejeitar as calúnias contra as experiências históricas de construção socialista


Rejeitar as calúnias

contra as experiências históricas

de construção socialista


Tenho lido nos últimos tempos, ilações a respeito de Cuba e retroagindo no tempo, à URSS.


Supostas “análises científicas”, eu diria na verdade, que são tão científicas quanto às previsões dos astrólogos para 2011.

Falam de contra-revolução e capitalismo na URSS pós morte de Lênin?.
Capitalismo sem a apropriação privada da mais valia??? .então é assim?
E contra-revolução porque Trotski não conseguiu segurar a alça do caixão no funeral de Lênin, porque “estava de férias com a patroa na Criméia”?.é isso então?
Escrevem como se os membros do CC do PCUS tivessem se tornado os proprietários da empresas estatais , em Cuba aconteceria a mesma coisa?. Se lessem o Petras , que é ferrenho antiestalinista, saberiam que nenhum membro do CC ou Politiburo se tornou proprietário dessas empresas.

Falam da URSS sob Gorbatchov como a continuação natural do regime sob a direção do Stálin. Esqueceram do Khrushchev??? “«destalinização» e «liberalização», as teses da coexistência pacífica elevadas a um nível de transtorno obsessivo do tipo : "há revolução, sou contra! " , iniciadas com o XX Congresso do PCUS, libertaram-se as forças que, como John Foster Dulles vaticinou, destruiriam a ordem socialista caso não fossem detidas”( As origens do revisionismo moderno )

Stálin assumiu a direção com a URSS ainda no tempo do arado com tração animal. Ao morrer, a União Soviética era uma potência Atômica, com um progresso científico e tecnológico que permitiu, entre outras coisas, a ida ao Cosmos do Gagárin, algum tempo depois. .

Panegírico à Stalin?? Não é não, é a realidade objetiva e inegável!

A doação à humanidade de mais de 20 milhões de vidas soviéticas, para combater e derrotar, sob a direção do Stálin , a coisa mais monstruosa gerada pelo capitalismo – o nazi-fascismo..

Certo tipo de esquerdistas , fazendo coro a direita raivosa , mentem e dizem que os nazistas foram derrotados com o desembarque aliado no dia D ?

O processo de Descolonização iniciado após a 2 guerra mundial está relacionado ao socialismo e ao internacionalismo da URSS.

Não estou entre aqueles que acham Stálin o “guia genial dos povos”, mas estou firmemente, entre aqueles que rejeitam as calúnias contra as experiências históricas de construção socialista e contra todos os que combatem as tentativas para apagar da História a decisiva contribuição dos comunistas na luta pelos direitos sociais e laborais e pela democracia na Europa, e rejeitam a distorção da história da 2.ª Guerra Mundial e a inaceitável equiparação do comunismo com o fascismo.

Sobre Cuba

Começo destacando alguns pontos do Manual de Economia Política- Academia de Ciências da URSS ( Instituto de Economia) - Editorial Vitória- RJ, ano 1961- Tradução Jacob Gorender e Josué de Almeida, diz lá no capítulo -Traços fundamentais do período de transição do capitalismo ao Socialismo .

É necessário ter em vista que, ao lado da unidade no principal e fundamental, a revolução socialista em cada país, que se afasta do sistema do imperialismo, inevitavelmente, possui suas formas e métodos particulares e concretos de construção do Socialismo, que decorrem das condições históricas, nacionais, econômicas, políticas e culturais de seu desenvolvimento, das tradições populares, bem como da situação internacional formada em tal ou qual período.Os países de democracia popular solucionam a tarefa de transição ao Socialismo de acordo com as condições específicas de cada país, numa situação histórica radicalmente modificada e muito mais favorável, quando o Socialismo já venceu na URSS, quando existe o SISTEMA SOCIALISTA MUNDIAL “


A esquerda infantil, com seus naturais fetiches ideológicos e desconsiderando a nova situação internacional criada a partir da derrota da URSS e o impacto na sua condição nacional, histórico-política e econômica, falam que Cuba, a partir da década de 90, passou de “Estado operário degenerado para passar a ser um Estado capitalista em vias de semicolonização( sic...)”. Nada mais estúpido!

Voltando ao mesmo Manual de Economia Política, O SISTEMA SOCIALISTA MUNDIAL DE ECONOMIA.

“ A construção do comunismo na URSS e a construção do socialismo nos países de democracia popular da Europa e da Ásia representam processos interligados. Daí porque um fator necessário da vitoriosa construção do socialismo e do comunismo, nos países do sistema socialista mundial, é o multiforme desenvolvimento da colaboração amistosa entre eles, em todas as esferas da vida. Os povos dos países do campo socialista estão entranhadamente interessados no Ascenso comum de todos os países desse campo, no fortalecimento e florescimento do sistema socialista mundial, uma vez que do progresso deste sistema dependem os êxitos do desenvolvimento econômico em separado “.

Claro que Cuba, a partir do fim da URSS, viveu e vivencia ainda hoje graves problemas que colocam em risco sua existência como regime socialista. Houve recuos e concessões na área econômica, mas mesmo assim, manteve os sistemas de saúde e educação universais, integrais e gratuitos.

Sem a revolução e o socialismo, qual seria o destino dessa ilha? Ser igual a Porto Rico? Rep. Dominicana ou Haiti? Ou um grande bordel para os estadunidenses??

A exemplo do que fizeram com a URSS, os detratores do Regime Cubano, nunca reconhecem os feitos daquela pequena ilha em beneficio do seu povo e dos povos Latino-Americanos e à humanidade em geral.

Atílio Boron escreve sobre parte deles em seus artigos. http://www.atilioboron.com/2010/12/cuba-y-la-solidaridad-de-latinoamerica.html

Pra mim , um dos maiores feitos internacionalistas que essa pequena ilha ofereceu à humanidade, foi sua decisiva participação no fim do odioso regime do apartheid na África do Sul.

A África do Sul foi forçada a retirar-se definitivamente de Angola, após inúmeras batalhas e da mais esmagadora de todas as derrotas infligidas às Forças Armadas Sul-africanas, na batalha de Cuito Cuanavale em 1988, com as forças combinadas do governo angolano e de voluntários cubanos.

A Namíbia obteve a sua independência e por todo o mundo ouviu-se o estertor da morte do regime do apartheid.

INTERNACIONALISMO, PRINCÍPIO DO SOCIALISMO.

Viva Cuba Socialista!

VIVA O SOCIALISMO !


O Mafarrico

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Redesenhar o mapa da Federação Russa: Partição da Rússia após uma III Guerra Mundial?

DESENVOLVIMENTO DO HOMEM E DA SOCIEDADE - Da comunidade primitiva ao fim do feudalismo

O movimento operário e sindical