As origens do revisionismo moderno




















As origens do revisionismo moderno

A transformação de Field, o homem de confiança de Dulles, em vítima de Stáline


O papel de Tito, cúmplice dos esforços imperialistas para minar os estados socialistas, também foi revelado nos três processos. Para o movimento comunista isto representou uma vacina contra o vírus revisionista. O efeito desta vacina, contudo, foi completamente destruído em 1955 com a já referida reconciliação entre Khruchov e Tito. Na sequência desta reabilitação total de Tito e da «destalinização» e «liberalização», iniciadas com o XX Congresso do PCUS, libertaram-se as forças que, como John Foster Dulles vaticinou, destruiriam a ordem socialista caso não fossem detidas.

A reabilitação dos irmãos Noel e Hermann Field, bem como de todos os condenados nos citados processos por ligações e cooperação com eles, também fez parte desta «destalinização» e «liberalização» Cedendo à pressão da direcção de Khruchov, também na RDA todos os condenados ouexonerados de funções entre 1949 e 1955, devido às suas ligações a Field, foram globalmente reabilitados. Que estas reabilitações não eram o resultado de novas informações conseguidas através de novas investigações, mas sim de um «desejo» de Moscovo, podia ser inferido na RDA, por quem tivesse suficiente experiência, do facto de estes reabilitados não terem sido reconduzidos nas suas antigas funções. Mas muitos consideraram estes reabilitados como comunistas vítimas de vis injustiças, que empurraram mesmo alguns para o suicídio; uma injustiça que não teria sido suficientemente reparada com a reabilitação, exactamente porque os atingidos nãotinham podido regressar às suas antigas funções. Wolfgang Kiessling era desta opinião.

TEXTO ORIGINAL EM PDF - Para acessar o texto CLIQUE AQUI
SITIO DA INTERNET DE Para a Historia do Socialismo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Redesenhar o mapa da Federação Russa: Partição da Rússia após uma III Guerra Mundial?

DESENVOLVIMENTO DO HOMEM E DA SOCIEDADE - Da comunidade primitiva ao fim do feudalismo

O movimento operário e sindical