Pesquisa Mafarrico

Translate

terça-feira, 17 de maio de 2011

O motivo de toda essa loucura

O Motivo de toda essa loucura
Por por Mumía Abú-Jamal*

Por todos os Estados Unidos se veem rostos desesperados e os corações palpitam sem controle devido à subida dos preços da gasolina, o que, por sua vez, faz com que subam os preços em toda a linha de distribuição de produtos porque os fabricantes e comerciantes agregam aos preços de venda os aumentos nos custos com o transporte.

Os norte-americanos estão furiosos, ameaçando com o punho em alto aos potentados árabes. Sonham sonhos selvagens de conquistas no deserto para colocar esse vital recurso natural sob o controle dos Estados Unidos.

O que o norte-americano comum não sabe é que menos de 20% de todo o petróleo importado vem do Oriente Médio e que, em geral, o motivo para o aumento dos preços é pura especulação – e pelo medo atiçado por notícias do crescente conflito na região.

E que evento causou o pior conflito na região nos últimos 25 anos? A guerra contra o Iraque. A guerra contra o Iraque!

Esse conflito lançou para as nuvens os preços do petróleo. Por exemplo, antes da guerra, o petróleo era vendido a US$ 30 o barril. Na primavera de 2008, estava a US$ 126 por barril. Hoje, está a US$ 108 por barril.

Apesar de tudo isso, a Exxon Mobil ganhou mais dinheiro nos últimos anos, mais dinheiro com a venda de petróleo do que qualquer outra companhia na história do capitalismo!

No ano passado, a Exxon ganhou US$ 30 bilhões só em lucros! US$ 3o bilhões!

Em uma interessante entrevista com María Bartiromo, do USA Today, Rex Tillerson, executivo da Exxon, explicou que não havia problemas de abastecimento. Disse: “o que os preços refletem é a incerteza sobre o que poderia acontecer nos meses e nos anos futuros se acontecem mais interrupções no abastecimento” (USA Today, 18/4/2011, 381).

Compreendeu isso? Não há problemas de abastecimento, porém, poderia haver problemas em alguns meses ou em alguns anos, “por isso, subimos os preços”. Em Ebonics (conhecido como Inglês Vernacular Negro, BVN, por sua sigla em inglês), isso poderia ser traduzido assim: “Vamos ganhar mais dinheiro, mais bolo, mais queijo, não importa o que, estúpidos!”.

Por esta razão, se faz guerras, dezenas, centenas de milhares são assassinados; a Constituição é pisoteada; a economia vai abaixo; as escolas são destruídas; e os políticos não são nada mais do que prostitutas com vestidos elegantes (peço desculpas às prostitutas honestas!).

O terrorismo é uma quimera, uma ferramenta política para mascarar as profundas maquinações econômicas para dominar e controlar em um único recursos natural que nos resta no mundo: o petróleo.

Há uma razão para esta loucura, e chama-se lucros.

* Mumía Abú-Jamal é pseudônimo de Wesley Cook, jornalista e ativista político negro norte-americano.


** Tradução: Adital.


*** Publicado originalmente no site Adital.


O Mafarrico Vermelho

Nenhum comentário:

Postar um comentário