Psicopatas terroristas da Frente Al-Nusra, terceirizados a soldo dos EUA, matam a sangue frio 11 soldados árabes Sírios.

SERÁ QUE ALGUÉM AINDA TEM ALGUMA DÚVIDA SOBRE O QUE ACONTECE NA SÍRIA?



Novo Vídeo Mostra Execução de 11 soldados árabes sírios prisioneiros dos "rebeldes", ou mais conhecidos como mercenários do sionismo

Um novo vídeo difundido na Internet mostra mais um crime brutal , acrescentado a longa lista daqueles cometidos pelos mercenários na Síria.

O vídeo mostra a execução sumária, pelos terroristas da frente Nusra, ligados à Al Qaeda, de um grupo de onze prisioneiros soldados sírios.

O trágico episóidio ocorreu na província de Deir al-Zur, no leste da Síria.

 

 
 
No vídeo, o terrorista/mercenário que dirige a execução dos soldados fala com sotaque saudita.


Até agora, nenhum dos governos ocidentais amigos de terroristas na Síria, como os EUA, Reino Unido ou França, comentaram sobre estes crimes hediondos.

A divulgação deste vídeo vem poucas horas depois de um outro vídeo do canibal terrorista mercenário Khalid al Hamad, também conhecido como Abu Sukkar, ter circulado na internet, onde se via este último extraindo o coração de um soldado sírio e o comendo.

Este vídeo causou uma comoção internacional, incluindo até a das Nações Unidas.

Cabe esclarecer que Frente Al Nusra, que é o maior e o mais ativo grupo armado na Síria durante vários meses jurou fidelidade ao líder da Al Qaeda, Ayman al-Zawahiri.

Fatos que recordam os atos cometidos por milícias dos contras, financiados e treinados pela CIA, na Nicarágua, na década de oitenta do século passado, para abortar a revolução sandinista.

Atos semelhantes também foram cometidos por terroristas no Iraque. O mais famoso ocorreu na província de Anbar: uma menino foi decapitado aos olhos de sua mãe amarrada. Mais tarde, o seu coração foi arrancado e depositado sobre o corpo de seu pai. O objectivo deste tipo de ação é, segundo a Mehiar Al Baghdadi, estudioso do Iraque, em declaração ao sitio Arabi Press, aterrorizar a população.

Na Síria, esses fatos se repetem muito. A 19 de abril de 2011 um coronel da polícia em Homs, Abdo al Jodor alTalawi, foi morto junto com seus três filhos adolescentes e seu sobrinho por mercenários. Eles não só mataram o coronel, mas, em seguida, picaram seu corpo e queimaram seu rosto. Em seguida, fizeram o mesmo com seus filhos.


Somos Todos Palestinos

Mafarrico Vermelho

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Redesenhar o mapa da Federação Russa: Partição da Rússia após uma III Guerra Mundial?

DESENVOLVIMENTO DO HOMEM E DA SOCIEDADE - Da comunidade primitiva ao fim do feudalismo

O movimento operário e sindical