Pesquisa Mafarrico

Translate

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Que venha o ódio

Que venha o ódio
Por Márcio Barreto
" é por essas e outras que contra os parasitas econômicos liberais burgueses e seus asseclas fascistas na pequena-burguesia, que sobrevivem explorando a força de trabalho de outros, como autênticos senhores de escravos e nobres, que o ódio e a guerra de classe tem que ser instigadas e posto em prática , pois, como demonstrou o preconceito e o racismo nessas eleições, só assim eles podem perder seus privilégios, como os já citados escravagistas e aristocratas, por isso, como sempre, digo, progresso e democracia é a aniquilação completa das polícias, forças armadas, imprensa burra, judiciário e legislativo corruptos. "


Verdades revolucionárias

Passada a grande ocupação de espaço na mídia das eleições manipuladas e consequentemente nos debates públicos nacionais , vemos muitas pessoas do campo político vencedor adotando um discurso conciliador para com seus opositores, para fechar as supostas feridas deixadas por um discurso extremista estimulado por setores mais retrógrados da mídia de massa. 

Ora bolas na sociedade de classes, desde o inicio da civilização, houve divisões inconciliáveis entre trabalhadores e seus senhores, atualmente no Brasil dependente não poderia ser diferente e esse ódio visceral das direitas estava apenas adormecido por décadas de transição moderada da Ditadura colonial e fascista aberta, para um sistema liberal excludente e corrupto, que nunca permitiu a real participação popular nas decisões políticas. 

Bastou os pelegos do PT acenarem com alguma concessão de direitos bem moderada(bota moderada nisso),já que o aperto dos cintos em outras direções anula grande parte das concessões, como de resto apregoa o modelo neoliberal vigente, para que a caixa de pandora dos ressentimentos políticos direitistas estourassem. Se um governo comedido, sem rupturas como o dos petistas já é alvo duma fúria inquisitória digna dos tempos de Tomás de Torquemada, imaginem um governo polar autêntico que tente dar cabo da propriedade privada. 

A histeria moralista contra a corrupção é totalmente falsa, pois, a roubalheira generalizada dos governos do PSDB/PFL e outros, fazem os petistas parecerem monges budistas e, no entanto, esse argumento está sempre em voga. 

Eu podia alongar meu texto por mais parágrafos mas por hora vou concluir dizendo que é por essas e outras que contra os parasitas econômicos liberais burgueses e seus asseclas fascistas na pequena-burguesia, que sobrevivem explorando a força de trabalho de outros, como autênticos senhores de escravos e nobres, que o ódio e a guerra de classe tem que ser instigadas e posto em prática , pois, como demonstrou o preconceito e o racismo nessas eleições, só assim eles podem perder seus privilégios, como os já citados escravagistas e aristocratas, por isso, como sempre, digo, progresso e democracia é a aniquilação completa das polícias, forças armadas, imprensa burra, judiciário e legislativo corruptos. 

Saudações comunistas revolucionárias !


Márcio Barreto



Fonte: CMI Brasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário