Pesquisa Mafarrico

Translate

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Britânicos protestam contra políticas de austeridade

Meio milhão em Londres

Protesto histórico

Cerca de 500 mil pessoas desfilaram, no sábado, 24, durante mais de quatro horas no centro de Londres contra a política económica e social do governo conservador-liberal, liderado por David Cameron.
 
A jornada foi convocada pelo Trade Union Congress (TUC), central que reúne 58 dos principais sindicatos do país, e envolveu 800 autocarros e dezenas de comboios fretados pela organização, meios que se revelaram insuficientes face à grande afluência nos diversos pontos do país.

«Dizemos hoje que não vamos deixar [o governo] destruir o que levou gerações a construir», declarou Brendan Barber, secretário-geral do TUC, a abrir o comício em Hyde Park, que decorreu sem que boa parte dos manifestantes tenha conseguido alcançar o parque de Londres.

Segundo a confederação de sindicatos tratou-se da maior manifestação desde os protestos contra agressão ao Iraque, em 2003, que juntaram mais de um milhão nas ruas de Londres. Para Dave Prentis, secretário-geral do Unison, sindicato da função pública, a «enorme» dimensão do desfile é um sinal da «cólera dos trabalhadores».

Programa recessivo

O programa de austeridade apresentado a meio da semana passada prevê cortes orçamentais à altura de 80 mil milhões de libras (91 milhões de euros) até 2015. Estas medidas irão destruir milhares de postos de trabalho, degradar os serviços públicos e diminuir as prestações sociais, ameaçando o conjunto da economia britânica.

Os sindicatos sustentam que a solução para sanear as contas do Estado passa pelo combate à fuga fiscal e pelo reforço da tributação dos lucros dos bancos.

No comício em Hyde Park, o líder dos trabalhistas, Ed Miliband, tomou a palavra para apoiar as reivindicações dos manifestantes e assegurar que «existe uma outra via. Acreditamos em verdades simples: precisamos de empregos para reduzir o défice. (...) As gerações vindouras não podem ver as suas esperanças sacrificadas no altar da redução dogmática do défice».

A jornada decorreu em ambiente festivo e pacífico. Famílias inteiras, com crianças e idosos deram corpo a um colorido mar de gente que inundou as artérias da capital britânica. Orquestras, coros, grupos de dança e outros artistas animaram o desfile.

À margem da manifestação um pequeno grupo de encapuzados atacaram as forças policiais, presentes em grande número, lançando bombas de tinta e pedras contras as montras de estabelecimentos comerciais e bancos.




Fonte: Avante!

O mafarrico

2 comentários:

  1. Caro Companheiro

    Eu gostaria de pedir a sua ajuda e contribuição na seguinte campanha: 3ª Blogagem Coletiva pela Abertura dos Arquivos Secretos da Ditadura Militar Brasileira.

    Se for possível ao menos divulgar aqui na caixa de comentários, já é um bom começo.

    Se puderes dar qualquer força a mais...

    Esta luta é de todos que valorizam a democracia!

    Estamos agindo com conjunto, procurando alimentar a hashtag: #DesarquivandoBR

    Cheque Sustado: O homem de ferro e de Flor http://t.co/eIzZjyd via @t_aaguiar
    @ocachete: O homem de Ferro e de Flor: http://tinyurl.com/4aeta6j #DesarquivandoBR
    JaderResende: O homem de Ferro e de Flor: http://tinyurl.com/488qbfk #DesarquivandoBR
    GilsonSampaio: O homem de Ferro e de Flor: http://tinyurl.com/4gea78y #DesarquivandoBR
    @MagazineBrasil: O homem de Ferro e de Flor http://t.co/F1FHzMz #DesarquivandoBR
    @tgpgabriel: Um país que ainda comemora o seu golpe: http://tinyurl.com/4xw8gww #DesarquivandoBR
    @jornalismob "A Ditadura escondida e a Ditadura revelada" http://bit.ly/g9Oun5 #desarquivandoBR #Ditadura #tortura
    @dandi_ "O amargo de um passado ainda vivo" http://nblo.gs/g4tUP #DesarquivandoBR Pela Abertura dos Arquivos da Ditadura.
    @Tsavkko Desordem e Regresso naquele 1º de abril… http://is.gd/dnhZux #DesarquivandoBR
    @NiDeOliveira71: Retomando a campanha pelo desarquivamento do Brasil | http://bit.ly/et8qzd #desarquivandoBR
    @camilofabiano: “Necessidade de saber” | http://bit.ly/eEdxhC #desarquivandoBR
    @_mdcc: O inatual: é urgente produzir memória | http://bit.ly/gJ5GcI #desarquivandoBR
    @paduafernandes: Desarquivando o Brasil II: Investigando a OAB | http://bit.ly/gokhBa #desarquivandoBR
    via @carlostxm "Desarquivando o Brasil! http://carlosmagalhaes.com.br/2011/03/31/desarquivando-o-brasil/ #desarquivandoBR
    "As heranças da ditadura no Brasil, por Edson Telles" ~ http://j.mp/e9l6SR #DesarquivandoBr

    ResponderExcluir
  2. Companheiro Tiago,

    Como posso ajudar?

    me fala.

    Abs

    Beto

    ResponderExcluir