Pesquisa Mafarrico

Translate

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

O Lobby da maconha


O Lobby da maconha


O lobby da maconha no Brasil é um movimento forte e coeso. Tem uma ideia fixa: a legalização das drogas. Para se manter, usa elementos como uma pretensa respeitabilidade e a estratégia de confundir o debate.


O primeiro tem sido conseguido com a mídia, representantes da cultura, da Justiça e até com alguns profissionais da saúde.

O segundo, a confusão, fica por conta de ativistas comprometidos com a causa da legalização, cujo debate tem única dimensão: a legalização como forma mágica de resolver o problema.
Quanto mais confusas as ideias, e aparentemente defendidas por celebridades, mais parece que a maconha seja droga leve; assim, a legalização soa como consequência.

Quem mostra uma argumentação mais complexa é suspeito.

A Folha publicou, em 30 de julho, artigo de representantes de importantes instituições de ensino e pesquisa nos atacando pessoalmente ("Ciência e fraude no debate da maconha", "Tendências/Debates "), por publicação anterior sobre o dom de iludir da maconha.

É triste constatar que profissionais de universidades renomadas têm a paixão dos lobistas e não alcançam a complexidade intelectual de um assunto com sérias repercussões para a saúde. Para além da unidimensionalidade do debate proposto pelo lobby, em que vários assuntos se confundem, retoma-se:

1. Maconha faz mal à saúde.Qualquer revisão científica concorda com os efeitos deletérios do uso crônico da maconha. O livro mais recente, "Cannabis Policy" (2010), começa reconhecendo tais efeitos para depois discutir mudanças na política. Qualquer alteração na política que aumente o consumo de drogas aumenta o dano. O lobby da maconha se recusa a aceitar tais evidências sobre os riscos.

2. O uso terapêutico da maconha não tem comprovação científica, especialmente o uso de sua fumaça.

Se recomendado, com mais de 400 componentes tóxicos, negaria a busca da ciência por produtos cada vez mais seguros.

Algum dos componentes da maconha pode ter propriedades medicinais, mas isso está longe de receber aprovações de órgãos como o "Food and Drug Administration" (FDA, agência reguladora de remédios e alimentos nos EUA).

O lobby da maconha quer convencer a população de que a maconha é uma droga segura.
Uma das batalhas emblemáticas desse lobby, que chega ao absurdo de propor que a maconha possa ser usada como tratamento para usuários de crack, exemplo de indigência intelectual, uma desconsideração com a saúde da população.

3. Não precisamos que o governo federal, por meio da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), crie uma agência para coordenar pesquisas sobre a maconha terapêutica, a "Maconhabras".

Com milhares de usuários de crack nas ruas sem tratamento, gastar o dinheiro público dessa forma é ofender famílias desassistidas, que batem à porta dos serviços públicos sem encontrar apoio. Já existem diversos órgãos de fomento às pesquisas no país.

4. A lei antidrogas vigente praticamente descriminalizou o uso. Por coincidência ou não, o consumo de drogas aumentou, segundo todas as pesquisas. O lobby da maconha não reconhece que temos uma das leis mais liberais do mundo, ainda sem avaliação, e querem maiores facilitações para o consumo?

O debate sobre a maconha é complexo, uma droga que tem o dom de iludir.

Lobistas da maconha, mesmo aqueles travestidos de neurocientistas, não entendem essa complexidade. Mostram a certeza dos fiéis de uma seita, voltados à legalização da erva.

A sociedade brasileira os rejeita, pois sabe que estão distantes das diretrizes de uma boa política sobre drogas e da defesa dos interesses do povo brasileiro.

RONALDO RAMOS LARANJEIRA é professor titular de psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e coordenador do Instituto Nacional de Políticas sobre Álcool e Drogas (Inpad/CNPQ).


ANA CECILIA PETTA ROSELLI MARQUES, doutora pela Unifesp, é pesquisadora do Inpad/CNPQ.

12 comentários:

  1. Partindo desses pressupostos moralistas, teremos que proibir o álcool, o café, o açúcar etc. Vamos lutar por proibições? Mais proibições? Eu acho que se os marmanjos quiserem comer fezes, isso é problema deles. Temos que cuidar do que é interesse geral, a exemplo da economia, que não pode ficar nas mãos dos particulares, mas o que é assunto privado, tipo o que as pessoas consomem, deve ser tratado como tal.

    Defender a proibição é defender o tráfico, é defender que as pessoas devem continuar tomando tiros de fuzil nas ruas para que os marmanjos sejam protegidos de consumir o que querem consumir. Essa proibição, na verdade, tem um só motivo - dinheiro! Maconha, por exemplo, só dá dinheiro porque é proibida.

    ResponderExcluir
  2. Dizer que esse texto parte de "pressupostos moralistas", me parece uma redução simplista do tema.
    Não podemos esquecer que o autor é um Prof. de Psiquiatria, especialista em alcool e drogas na Unifesp. Portanto, conhece bem os efeitos deletérios nos usuários dessa droga.
    Este assunto merece uma discussão muito mais ampla!!

    Abraços
    Carlos Coutinho - pelo Mafarrico

    ResponderExcluir
  3. MEUS AMIGOS, CONTE OS MORTOS POR TIROS, CONTE OS MORTOS POR FUMAR MACONHA
    COMO JA DISSERAM A MACONHA É UMA PLANTA, O CARA NÃO PODE PLANTAR AI SUSTENTA O TRÁFICO

    O VERDADEIRO CULPADO É O LUCRO COM A VENDA SE O MALUCO PLANTA A SUA NÃO DAI DA LUCRO PRA NINGUEM MAS PARECE QUE NÃO QUEREM SECAR O CAIXA DOS TRAFICANTES NÉ
    TALVEZ PORQUE ESSE DINHEIRO CALE A BOCA DE MUITA GENTE


    NEM PRECISO SER FORMADO EM NADA PRA VER ISSO

    ResponderExcluir
  4. Moralismo fraco. Continue do lado dos corruptos e traficantes se quiser, muito mais danosos que qualquer mato que vc se preocupe que o outro fume.

    É por essas e outras que a proibição está finalmente caindo: os proibicionistas não tem argumentos (pois contra os fatos...)

    ResponderExcluir
  5. Esses anônimos acreditam naquela frase " é uma erva natural, não pode lhe prejudicar....rs"...
    Ainda falam de moralismo...rs...será que sabem o que é isso???
    O burguesinho quer comprar a erva em lugares mais bonitinhos, em lugares mais, digamos, assepticos.... e querem ficar doidões sem serem incomodados,,,,
    Esse assunto da erva ,precisa ser melhor discutido em todos os aspectos( é isso mesmo)...a erva endoida os burguesinhos...é tóxica e de jeito nenhum resolve problema de ninguém....muito menos o do trafico...
    Carlos Coutinho

    ResponderExcluir
  6. mt interesante esse asunto

    ResponderExcluir
  7. Dá ate pena de ler um bande de ignorancias e groselhas que esse senhor escreve, deve ter uns 80 anos e não deve ler sobre o assuntos desde os anos 70, a cannabis é benefica comprovadamente nos casos de glaucoma,tdah,alzeimher,bronquite e esclerose multipla alem de ajudar sintomas da tpm e enxaquecas, nos anos 60 o fda elaborou um relatorio monstro para destruir a reputação da cannabis e apos 4 anos de estudos foram encontrados mais beneficios que maleficios, tanto que o estudo nunca foi revelado e é guardado a 7 chaves, na holanda, portugal e outrso paises ja existem esquemas de coffe shop onde se pode fumar cannabis certificada pelo governo em ambinete fechadoe controlado.ou vcs preferem deixar o poder na mão dos traficantes?
    iNCRÍVEL....SABIAM QUE A CANNABIS FOI PROIBIDA POIS NA EPOCA O CAMANHO ERA A FIBRA MAIS USADA E UM LOBBY DA DUPONT QUE TINHA RECEM DESCOBERTO O NYLON PROIBIU A MACONHA, QUE ERA LEGAL, EM DIVER SOS PAISES INCLUSIVE BRASIL E EUA....E TBM NÃO INTERESSAVA AOS PORDUTORES DE CIGARRO, POR ISSO FOI PROIBIDA, POIS SE AS AUTORIDADES ESTIVESSE PREOCUPADAS COM A SAUDE DA POPULAÇÃO O MC DONALDS E NEM A COCA COLA NEM EXISTIRIA NO BRASIL, PURA BALELA DEMAGOCICA. VAMOS OBRIGAR O GOVERNO A PLANTAR E COBRAR IMPOSTOS E ALTOS(COMO TODOS OS OUTROS) COM CERTEZA TEREMOS BENEFICIOS VISIVEIS E UM RECADINHO PARA O PSIQUIATRA EM QUESTÃO, O ANCIÃO DA PSIQUIATRIA, TENHO CERTEZA QUE UM BASEADO É BEM MIAS FRACO E MENOS DANOSO QUE ESSE MONTE DE REMEDIOS DE CONTROLAR LOUCO AI QUE OS ENHOR RECEITA PARA SEUS PACIENTES, SE VC LER A BULA NÃO TOMA DE JEITO NENHUM...APREO SENHOR DE SE ENGANAR E VÁ SE ATUALÇIZAR SE RECICLAR.......UM ABS A TODOS....

    ResponderExcluir
  8. PAU NO SEU CU MARXISTA DE MERDA21 de setembro de 2010 04:26

    NUM BLOG DE UM ATEU COM FOTOS DE LENIN MAO CAROLOS MARIGHELA, E O CARA CHAMDO OS OUTROS DE BURGUESINHO, ...MEU DEUS TA ATE CHEIRANDO MOFO AQUI O BLOG...CAI NA REAL MANE, NEM SABIA QUE EXISTIA GENTE TÃO TOSCA COMO VC

    ResponderExcluir
  9. O Mafarrico não censura ninguém......nem mesmo, esse comentário venenoso acima, dum FASCISTA DESTILANDO SEU ÓDIO ETERNO À HUMANIDADE.
    Por não serem humanos, os fascistas tem realmente muita dificuldade em entender a diversidade humana, em todos os seus aspectos e contradições(Etnia,credo,orientação sexual, pensamento e muito mais...)

    ass:Beto pelo Mafarrico

    ResponderExcluir
  10. OS DEZ BENEFICIOS DA CANNABIS por Moisaweed
    01. Câncer
    Costumamos ouvir que o consumo da maconha em forma de “cigarro” – o famoso “baseado” – seria prejudicial à saúde, uma vez que causaria câncer nos pulmões, devido à fumaça. Isto não é verdade. A Associação Americana para Pesquisa do Câncer descobriu, em um de seus projetos, que a maconha é capaz de desacelerar de maneira considerável o crescimento de tumuroes nos pulmões, seios e cérebro.

    02. Crises convulsivas
    A maconha, vista como relaxante muscular, é um ótimo “remédio” em casos de pessoas que sofrem convulsões. Atualmente, existem relatos provando que, em alguns casos, a “Cannabis sativa” foi a única responsável no combate a estas crises.

    03. Enxaqueca / Fortes dores de cabeça
    Desde que a maconha medicinal foi legalizada na Califórnia, há relatos médicos de mais de 300 mil pessoas que antes sofriam de enxaqueca e hoje conseguem aliviar e/ou tratar deste problema com o uso prescrito pelos médicos.

    04. Glaucoma
    O glaucoma é o aumento da pressão intra-ocular onde o nervo óptico é prejudicado. Também utilizada em pacientes que sofrem deste mal, não há um único relato onde a maconha não foi eficaz no tratamento.

    05. Esclerose Múltipla
    Relatos vêm sendo criados sobre o poderoso benefício proporcionado pela maconha nos tratamentos de esclerose múltipla, onde um dos casos mais famosos é o do ex-apresentador Montel Williams. A marijuana age diretamente contra os efeitos neurológicos e espasmos musculares causados pela doença fatal.

    06. Tourette e TOC
    Assim como nos tratamentos contra convulções e esclerose múltima, a maconha vem apresentando, ao longo do tempo, um excelente resultado frente à Síndrome de Tourette e ao Transtorno Obsessivo-Compultivo (TOC).

    07. ADD / ADHD / TDAH
    Em um estudo recente realizado nos Estados Unidos, constatou-se que a maconha não só é uma ótima alternativa à Ritalina, como também não apresenta os efeitos colaterais causados pelos medicamento farmacêutico.

    08. Doenças crônicas
    A maconha também vem sido recomendada no tratamento de doenças crônicas, como em caso de náuseas, dores abdominais e diarréia.

    09. Mal de Alzheimer
    Apesar de todos os rumores que circulam sobre o efeito da maconha no cérebro, o Scripps Institute, nos Estados Unidos, provou, em 2006, que o THD encontrado na Cannabis sativa é altamente preventivo quanto ao Mal de Alzheimer.

    10. Tensão Pré-Menstrual (TPM)
    Assim como no tratamento de doenças crônicas, a maconha é um excelente remédio para aquelas que sofrem na TPM, sendo pra lá de eficaz no alívio das dores provocadas pela cólica.

    ResponderExcluir
  11. "Burguesinhos"... o q será o cara acha q é isso?

    De qualquer forma, pelo visto não frequentas as comunidades mais humildes, onde grande percentual dos moradores consomem substâncias ilícitas também.

    É independente de classe social.

    Eles tbm gostariam de comprar com mais tranquilidade e consumir sem serem incomodados. É um pedido absurdo?

    Gostaria de consumir seu choppinho sob stress só pq um moralista de merda resolveu q vc não pode sei lá pq? Então pronto....

    ResponderExcluir
  12. a maconha é uma erva que ajuda ajente pessar melhor e tanbem para manter o vicio ajente naum preçisa roubar ela a maconha ela naum mata mais a quimica mata a pedra libere a maconha e acabem com as pedra ass mistereme cascão ...............

    ResponderExcluir