Pesquisa Mafarrico

Translate

sábado, 11 de setembro de 2010

A BESTA IMPERIALISTA (EUA) E SEUS SOLDADOS PSICOPATAS



Sob investigação soldados estadunidenses que matavam civis afegãos por diversão
● Coletavam seus dedos como troféus



MADRI. — Ao menos 12 soldados estadunidenses enfrentarão acusações por fazer parte duma "equipe assassina" que supostamente disparou contra civis afegãos ao azar e coletou seus dedos como troféus, informou a Europa Press.


Os acusados, de entre 19 e 25 anos, enfrentarão a pena de morte ou a prisão perpétua, caso forem condenados.

Cinco dos soldados são acusados de assassinarem três afegãos, presumivelmente por esporte, em diversos ataques com armas de fogo ou granadas, neste ano. Outros sete são acusados de encobrir os assassinatos e de agredir um recruta quando informou destes e de outros abusos, inclusive que fumavam haxixe roubado aos civis.

De acordo com os documentos legais, o sargento de pessoal Calvin Gibbs, 25 anos, tramou um plano com outro soldado, Jeremy Morlock, 22 anos, e com outros membros da unidade para formar uma "equipe assassina", na base de operações Ramrod.

A revista Army Times assinalou que, ao menos, um dos militares pegou os dedos das vítimas como lembranças e que alguns deles foram fotografados com os cadáveres.


Nenhum comentário:

Postar um comentário